MENU

05/11/2021 às 20h01min - Atualizada em 05/11/2021 às 20h01min

Ester Nogueira rebate Gedeon Pitaluga: “Genro, cunhado e compadre de político. Ele sim, representa a politicagem”

Da Assessoria
Ester Nogueira, candidata à presidência da Seccional Tocantins. “Nós precisamos voltar a ser respeitados no mundo jurídico e na sociedade” - Foto: Divulgação
 
A chapa da candidata Ester Nogueira afirmou que Gedeon Pitaluga ataca seus adversários com afirmações falsas e segue atribuindo aos oponentes a pecha de terem ligações com políticos, mas, na verdade, é ele que sempre teve laços estreitos e diretos com políticos e a política partidária, representando a politicagem na eleição classista.

A chapa de oposição afirma que o candidato à reeleição é genro do ex-deputado federal César Halum (Republicanos), secretário no Ministério da Agricultura; cunhado do deputado estadual Ricardo Ayres (PSB); tem o apoio de vários secretários estaduais; sua esposa trabalha na Junta de Julgamento Tributários; é compadre do desembargador afastado Ronaldo Eurípides; tem o ex-governador Marcelo Miranda (MDB) como padrinho de casamento e, há duas semanas, foi denunciado criminalmente sob a acusação de distribuir propina para o ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB) em investigação sobre a venda de sentenças.

“Enquanto o presidente Gedeon faz afirmações aleatórias e infundadas, próprias de político em palanque eleitoral, nós apontamos especificadamente seus vínculos, suas relações políticas convencionais, enquanto a grande mídia se encarrega de noticiar as suspeitas de suas relações espúrias”, ressalta o advogado Pedro Biazotto, ex-conselheiro Federal da OAB e apoiador da chapa liderada pela advogada Ester Nogueira.

Biazotto afirma que o ataque aos adversários é um claro sinal de desespero de Gedeon. “Ele viu que a oposição se fortalece a cada dia e que sua continuidade no cargo está ameaçada”, frisa o advogado.

Por sua vez, Ester Nogueira destaca que o momento é de união total para que a OAB possa recuperar a credibilidade. “Nós precisamos voltar a ser respeitados no mundo jurídico e na sociedade. Hoje, infelizmente por causa dos graves problemas pessoais do presidente, os advogados e as advogadas estão sendo vistos com desconfiança”, pontua Ester. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...