MENU

25/08/2020 às 00h00min - Atualizada em 25/08/2020 às 00h00min

30 DIAS DO MOVIMENTO NOVA FEDERAL

Assessoria
No dia 21 de julho, alguns colegas dos câmpus da UFMA de Imperatriz, Grajaú e Balsas - técnicos, alunos e professores, além de membros da comunidade, fizeram uma primeira reunião, via Google Meet, com a intenção de discutir uma forma de se juntar para dar mais força ao projeto, encampado em Brasília pelo senador Roberto Rocha, de criação de uma nova universidade federal para o Maranhão. Surgia, naquele momento, a ideia de criar um movimento, organizado, instituído com uma identidade forte e com ações efetivas em prol da nova universidade. 

Ele foi denominado de MOVIMENTO NOVA FEDERAL MARANHÃO. E, ato contínuo à criação, foi organizada uma Comissão Central e algumas comissões setoriais, para dar andamento às ações e encaminhar ideias postas na discussão inicial. Também foi efetivada a identidade visual do movimento e criadas as redes de comunicação digital: página no Facebook, Instagram, Grupo de WhatsApp e Site. 

Trabalhando em duas frentes, a da organização para a militância em prol do projeto e a do estudo e construção de uma proposta técnica de universidade, o movimento já fez algumas ações. 

No dia 17 de julho, aproveitando uma visita a Imperatriz do Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, um grupo representativo do movimento participou de uma audiência com ele e o senador Roberto Rocha, momento em que entregou ao ministro uma solicitação formal de apoio do Governo Federal ao projeto do senador - este documento contou com 153 assinaturas, de pessoas que representavam dezenas de entidades, espalhadas por mais de vinte municípios dos estados do Maranhão, Piauí e Pará. 

No dia 24 de julho, por iniciativa do Movimento, foi realizada, na conta do Instagram do Imperatriz Online, uma live para discutir a implantação. O evento contou com a presença do senador Roberto Rocha, do reitor da UFMA, Natalino Salgado e dos representantes do Movimento: professora Herli Carvalho, professor Hélio Araújo e professora Lina Smith, de Balsas. A live, bastante esclarecedora, serviu para a reiteração, por parte do senador Roberto Rocha, do seu compromisso com a efetivação do projeto e para levar à comunidade a existência desta discussão no contexto atual.

O movimento conseguiu, por meio de seus membros, a publicação de uma Moção de Apoio da Câmara de Vereadores de Imperatriz, por iniciativa do vereador Zeziel Ribeiro. E está trabalhando para que, igualmente, as câmaras de vereadores dos municípios de Grajaú e Balsas tomem igual iniciativa, pois entende que este processo também precisa de apoio político local para se efetivar.

Foi também produzido e está sendo enviado para várias entidades da região um documento de pedido de apoio institucional para a ideia da nova federal. Isso é necessário para dar força, construir representatividade e adesão social a este projeto, de grande impacto para a realidade educacional da região sul-sudoeste do estado.

Muitas outras ações estão sendo pensadas, muitos estudos vêm sendo desenvolvidos, de forma técnica, e muitas outras mobilizações serão efetivadas, pois o Movimento Nova Federal entende que é preciso acreditar e lutar, sistematicamente, para a consecução deste projeto. Da ideia à instituição, o caminho é longo. Mas possível. 
Quem acredita sempre alcança!
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...