MENU

25/02/2021 às 11h40min - Atualizada em 25/02/2021 às 11h40min

Como escolher com segurança a melhor empresa de portaria virtual?

A portaria virtual é uma realidade cada vez mais presente nos condomínios do Brasil e saber escolher uma empresa é essencial.

DINO
Foto: Divulgação/DINO

A tecnologia está cada vez mais presente no cotidiano dos brasileiros. Cada vez mais, as pessoas recorrem a diferentes tecnologias para facilitar suas vidas. Um dos setores que está passando por grande transformação tecnológica é o setor condominial através da tecnologia das portarias virtuais (ou portarias remotas). A portaria remota substitui o porteiro físico no condomínio por um gerenciamento à distância. Uma central de monitoramento controla o acesso de pessoas através das câmeras de segurança 24 horas por dia.

A portaria virtual gera mais economia e segurança para os condomínios, mas para esta tecnologia ser satisfatória é muito importante contratar a empresa certa. Na escolha da portaria virtual, algumas considerações precisam ser feitas, já que cada condomínio tem um número de unidades ou outras especificidades. Mas alguns pontos são comuns a todos que pretendem instalar o serviço, e o primeiro deles é:

1 - Pesquisa de mercado. Atualmente, como tem havido muita procura, muitas são as empresas que oferecem serviço de portaria virtual. É importante fazer uma visita a cada uma das prestadoras, conversar com a equipe e ficar atento ao contrato oferecido, no que se refere à clareza das cláusulas. E, é claro, ver a relação custo-benefício em cada uma delas.

2 - Equipamentos. Visitas a condomínios com variadas operadoras de portaria remota já instaladas são essenciais antes de escolher seu equipamento. O ideal é conversar com o síndico para que ele diga o que há de bom e ruim em cada marca instalada, se há falhas, se o desempenho rotineiro atende às demandas do prédio. As câmeras precisam ter boa definição, o interfone deve ser ágil, o controle e o modo de acesso, tanto pela portaria de pedestres quanto pela garagem, precisam ser inteligentes, entre outras questões.

3 - Verificando certificados. Obviamente, uma empresa que vai tratar da segurança de um condomínio, especialmente residencial, precisa ser ilibada. As verificações da confiabilidade da prestadora são essenciais e isso requer que seja feita uma visita à central de controle da prestadora, com observação da maneira como o staff trabalha e que as certificações sejam averiguadas.

4 - Sobre o contrato. Como já foi mencionado no tópico 1, as cláusulas contratuais precisam ser claras e é preciso ver se atendem à demanda do condomínio. O contrato deve ser muito específico quanto ao serviço prestado, equipamento utilizado, valores, obrigações e direitos, além das sanções, em caso de rescisão antecipada.

Tudo isso é um começo para se pensar na instalação de sua portaria virtual. O mais importante é não fechar negócio se não houver confiança na assertividade e compromisso da empresa prestadora do serviço. (https://guiadaportariaremota.com.br)


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...