MENU

19/02/2021 às 00h00min - Atualizada em 19/02/2021 às 00h00min

Prefeito de São Pedro dos Crentes lança pré-candidatura a governador

Willian Marinho
Lahesio Bonfim: “Não tenho medo da disputa” - Foto: Divulgação
O prefeito do terceiro menor município do Maranhão, Lahesio Bonfim, de São Pedro dos Crentes, está em Imperatriz realizando reuniões e entrevistas com órgãos de imprensa para divulgar sua plataforma de trabalho para a campanha de governador, que pretende disputar em 2022. Reeleito com 90.1 por cento dos votos dos moradores da sua cidade, o pré-candidato disse ontem que pretende levar ao governo a forma de governar que implantou em sua cidade e que mesmo sendo um município pequeno entende que é possível fazer mais pela população.

Hoje ele reúne comunicadores em café da manhã para expor seu projeto de candidatura, que mesmo enfrentando políticos conhecidos no estado como governador, senador e deputado, Lahésio acredita que poderá vencer esta disputa.

“Eles contam com cargos e eu conto com um que eles não tem, Jesus, e por isso mesmo não tenho medo da disputa. Meu trabalho servirá de palanque para encarar todos eles”, frisou.

Entre suas ações como prefeito e depois reeleito, ele conta que foi o prefeito que mais construiu casas para famílias carentes com recursos próprios, seu salário não recebe e usa para construir moradias, proporcionalmente foi quem mais construiu salas de aulas no estado e por estas e outras ações, como salários e fornecedores em dia, além de pagar o décimo quarto salário, além de outras ações serão importantes para mostrar aos maranhenses que pode, sim, ser o candidato do renovo.

“Renovo sim, pois o que nós queremos é renovar, já foram feitas várias mudanças e nada foi mudado, então e hora de renovar”, acrescentou.

Apesar de ser aliado do presidente Bolsonaro, de quem inclusive levou a vitória nas eleições com o maior percentual, ele não conta com o apoio do presidente em sua campanha por acreditar que por ser um simples prefeito de uma cidade pequena, o presidente deverá apoiar um senador e outro candidato. “Sou candidato a governador porque quero renovar e não por ser amigo do presidente Bolsonaro, quem admiro e continuarei a votar”.

Em alguns momentos da entrevista dada a O PROGRESSO, ontem, ele se emocionou quando citou as vidas perdidas pela demora provocada pelas más condições da estrada que liga ao Estreito e ainda a São João do Paraiso, e o oxigênio acabava pela demora em chegar para a ambulância de Porto Franco e levar o paciente, em muitas das vezes crianças. “Esta situação continua do mesmo jeito, a estrada nunca foi arrumada, isso não pode continuar, a população merece mais, afinal, produz e tem que ser respeitada”, finalizou.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...