MENU

04/12/2020 às 12h00min - Atualizada em 12/12/2020 às 07h00min

Campus de Imperatriz da UFMA recebe dois prêmios no Intercom Nordeste de 2020

A conferência foi realizada virtualmente, e chamou atenção por premiar trabalhos que envolvem tecnologia e movimentos sociais.

Da Redação
Foto: Divulgação / Unsplash
O tradicional Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom) aconteceu no mês de outubro deste ano, e o Maranhão brilhou na edição do Nordeste. O estado recebeu cinco prêmios, sendo que dois deles foram para projetos realizados no campus de Imperatriz da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A conferência foi realizada virtualmente, e chamou atenção por premiar trabalhos que envolvem tecnologia e movimentos sociais.
 
Desde que foi criado, o Intercom Nordeste é um dos eventos mais importantes para área de Comunicação e Jornalismo, seja no Maranhão ou em qualquer estado nordestino. Por conta disso, as premiações que acontecem durante o evento costumam mostrar quais são as tendências que a mídia está seguindo. Neste ano, dois projetos diferentes conseguiram colocar a cidade de Imperatriz como uma referência no Brasil.
 
Os dois projetos foram premiados na Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), que é uma exposição e premiação que acontece em conjunto com o Intercom Nordeste. O primeiro dos projetos foi o Jornal Arrocha, que venceu como Melhor Jornal-Laboratório, que é a premiação voltada para jornais desenvolvidos nas faculdades. O Jornal Arrocha, que já havia vencido esse mesmo prêmio anteriormente, conseguiu levar outro prêmio pelo foco que deu aos movimentos sociais nas edições.
 
Enquanto isso, o segundo prêmio chamou atenção pela iniciativa em misturar novas mídias com uma abordagem mais social. O projeto Podcast Descobertas venceu a premiação de Programa Laboratorial de Áudio na categoria Rádio, TV e Internet. A ideia foi investir em uma tendência que tem conseguido cada vez mais espaço na mídia, que são os podcasts. As duas premiações de Imperatriz foram para a Faculdade de Jornalismo da UFMA.

Novas mídias

Assim, é possível perceber que o Intercom Nordeste está atento com as mudanças que as novas tecnologias estão causando na comunicação. Os podcasts, por exemplo, estão em alta não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Em 2020, essa nova mídia registrou um crescimento acima da média. Segundo o Spotify, empresa líder no streaming de música, por volta de 19% dos usuários da plataforma escutam podcasts. Ou seja, são cerca de 54 milhões de pessoas que utilizam essa nova mídia.
 
O maior diferencial dos podcasts, principalmente em plataformas de streaming, é a facilidade de acesso aos conteúdos. Diferentes de outras produções, como filmes, séries, jornais e documentários, os podcasts podem ser ouvidos de forma gratuita por diferentes plataformas de reprodução de música. É possível baixar o podcast e ouvir em dispositivos pessoais, ou então utilizar algumas das várias plataformas de streaming que existem na internet.
 
Essa facilidade de acesso é o que está fazendo a internet transformar a maioria dos conteúdos que as pessoas consomem diariamente. Isso não acontece apenas com os podcasts, mas em diferentes áreas do entretenimento. Os livros físicos, por exemplo, estão começando a perder espaço para as versões digitais, segundo o site Catraca Livre, principalmente pela variedade do conteúdo disponível nas bibliotecas virtuais. Algo parecido acontece com os jogos de aposta online, como aparece na lista do site Casinos.pt, com as melhores plataformas de cassinos digitais oferecendo uma variedade de jogos e temas que não se encontram em nenhuma casa de aposta física. Essa riqueza de conteúdo também explica o sucesso dos aplicativos de smartphones, que, segundo o site Fintech, rende milhões de downloads e de lucros todos os anos.

Premiação para São Luís

Além dos projetos premiados em Imperatriz, a UFMA também conseguiu três prêmios no campus de São Luís. As premiações foram nas categorias Produto de Comunicação Institucional Impresso, Conjunto/Série e Produção Audiovisual para Mídias Digitais. Ou seja, assim como aconteceu no outro campus, as inovações tecnológicas também se destacaram nos projetos do Maranhão.
 
No caso do prêmio de Produção Audiovisual para Mídias Digitais, os organizadores do documentário TFD, que foi o projeto vencedor, comemoram o fato do Intercom Nordeste 2020 ter sido realizado online. Afinal, a produção foi feita justamente para fora da TV e isso pode ter dado mais atenção para o conteúdo em mídias digitais. Ou seja, é a nova forma de comunicação ganhando cada vez mais espaço.
 
O Intercom Nordeste foi especial para o Maranhão, e principalmente para a cidade de Imperatriz. Todos os prêmios conquistados mostram que o estado é uma referência quando o assunto é a área de Comunicação. Seja com a ideia de novas mídias, ou então a divulgação de movimentos sociais, é possível afirmar que o jornalismo maranhense tem um futuro promissor e, mais importante de tudo, atencioso com os problemas e desafios da região.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...