MENU

04/05/2022 às 17h35min - Atualizada em 05/05/2022 às 00h00min

5 de maio - Dia Mundial da Senha: Brasileiros desconhecem os riscos das senhas fracas para seus dados pessoais

Para os usuários se protegerem dos cibercriminosos é imprescindível usar uma combinação de caracteres, gerar diferentes senhas para cada conta, usar uma senha longa, alterá-la regularmente e usar autenticação de dois fatores

SALA DA NOTÍCIA / Check Point Software
https://www.checkpoint.com/pt/
Imagem ilustrativa - Divulgação Check Point Software
O Dia Mundial da Senha é celebrado anualmente na primeira quinta-feira do mês de maio e é o momento perfeito para lembrar os usuários sobre a importância de ter uma senha segura para todas as suas contas online. De acordo com a NordPass, uma empresa de gerenciamento de senhas, em seu ranking de 2021, as senhas mais usadas pelos brasileiros foram “123456” em primeiro lugar (1.003.925: número de vezes em que a senha foi usada), seguida pela “123456789” (326.815 vezes) e, em terceiro lugar, a “Brasil” (154.075 vezes). Isso mostra que muitas pessoas ainda desconhecem os riscos cada vez maiores quando criam senhas fracas ou óbvias.

A Check Point Software busca aumentar cada vez mais a conscientização sobre os erros mais comuns cometidos pelos usuários ao criar e gerenciar as senhas, destacando dicas práticas sobre como manter os dados pessoais e de credenciais protegidos.

Em 2022, a importância de ter uma senha forte explodiu em razão do número de aplicativos e serviços que uma pessoa utiliza a cada dia e que cresce ainda mais. Sem mencionar o fato de que muitas empresas estão permitindo que seus funcionários se conectem à rede corporativa em dispositivos pessoais para oferecer maior flexibilidade. Como resultado, esses dispositivos atuam como um gateway, o que significa que cibercriminosos oportunistas podem tirar proveito de um dispositivo vulnerável para roubar dados confidenciais pessoais e profissionais armazenados na infraestrutura e rede corporativas.

“Todos os dias, os cibercriminosos tentam roubar as senhas de centenas de usuários, utilizando técnicas como e-mails de phishing para permitir que eles violem milhares de serviços e roubem credenciais. Embora os métodos continuem a mudar e as ameaças seguem evoluindo, ainda existem maneiras de manter os nossos dados protegidos. Ao aproveitar o Dia Mundial da Senha como uma oportunidade para ressaltar a importância e a atenção redobrada com as senhas, reforçamos nossas orientações em relação à segurança cibernética para que os usuários adotem hábitos de proteção que impeçam cada vez mais que os cibercriminosos tenham acesso às suas informações e aos seus dispositivos”, afirma Thiago Mourão, engenheiro de segurança e evangelista da Check Point Software Brasil.

O Check Point Software definiu as cinco principais dicas que devem ser aplicadas ao criar senhas seguras e fortes:

1. Usar uma combinação de caracteres: ter uma senha composta por frases simples ou por datas significativas para a vida pessoal do usuário é uma prática muito comum. No entanto, esse hábito enfraquece seriamente uma senha, pois informações como aniversários podem ser facilmente descobertas por cibercriminosos. Para evitar isso, a orientação é usar sempre uma sequência aleatória composta por uma combinação de diferentes números, letras e símbolos para cada plataforma.

2. Uma senha diferente para tudo: com tantos aplicativos e serviços agora exigindo detalhes de login, é tentador repetir a mesma senha para todos eles, mas isso é uma má ideia. Assim como não temos a mesma chave para abrir nossa casa, escritório ou carro, não devemos usar a mesma senha, pois isso só torna mais fácil para os hackers "abrirem" toda a nossa vida digital. Se o usuário achar que é difícil lembrar de todas elas, é possível contar com a ajuda de um gerenciador de senhas para administrar e gerar diferentes códigos de acesso fortes.

3. Quanto mais longa, mais forte: é verdade que quanto mais longa for uma combinação, mais difícil será lembrar da senha. Mas, essa é uma das melhores maneiras de manter as informações seguras; portanto, a dica é usar pelo menos oito dígitos para aumentar os níveis de segurança.

4. Fazer alterações regulares: alterar a senha regularmente pode parecer um desafio quase impossível. No entanto, isso pode ser facilitado usando o mesmo padrão básico e adicionando diferentes combinações a partir daí. Desta forma, será mais fácil de lembrar e de mudar a senha regularmente.

5. A autenticação de dois fatores é sua melhor amiga: embora todas as medidas acima certamente melhorem a eficácia de uma senha, também é essencial implementar uma autenticação de dois fatores. Isso ocorre porque novas ameaças estão surgindo constantemente, portanto, garantir que o usuário esteja completamente protegido, ser informado sempre que um atacante ou pessoa não autorizada quiser acessar sua conta, só melhorará sua segurança.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »