MENU

11/01/2022 às 19h41min - Atualizada em 11/01/2022 às 19h41min

Em reunião, ACII discute sobre ações sociais por parte do CESTE

Realização de Audiência Pública constou da pauta de trabalho do encontro

Raimundo Primeiro
Fotos: Divulgação
  
Reunião realizada pela Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), na tarde desta terça-feira, 11/01, no Centro de Convenções, discutiu assuntos relacionados as providências que a instituição vai cobrar do Consórcio Estreito de Energia (CESTE), visando soluções para os problemas ocasionados pelas enchentes decorrentes das fortes chuvas que têm caído sobre a cidade.

Com o apoio da Diretoria e parceiros, a ACII reivindica a adoção de medidas urgentes por parte do CESTE, consórcio responsável pela operação da Hidrelétrica de Estreito, a 128 quilômetros de Imperatriz.

A reunião foi comandada pelo presidente da ACII, Edmar de Oliveira Nabarro, com a presença, na mesa de trabalhos, de Sérgio Henrique Nahuz Godinho, vice-presidente da instituição.

Da reunião, participaram Alair Batista Firmiano, secretário Municipal de Administração e Modernização (SEAMO), além do vereador Ricardo Seidel, representante da Câmara Municipal. Durante sua fala, o parlamentar propôs a realização, em data ainda a ser definida, de uma Audiência Pública, com autoridades locais, estaduais e federais. 

 

Apoio às vítimas dos alagamentos

“Estamos discutindo sobre algumas ações sociais, por parte do CESTE, aqui em Imperatriz, nas áreas atingidas pelos alagamentos. Sabemos tratar-se de um evento provocado pela natureza. Entretanto, o consórcio, pelo contrato de concessão com o Governo Federal para geração de energia elétrica, tem de agir mais em relação as ações sociais. A gente não tem visto isso durante as épocas de enchentes. Temos visto as dioceses, associações, organizações sociais e o Poder Público se movimentando. Por parte do consórcio em si, que é o que mais impacta, não temos observado ação”, comentou Edmar Nabarro.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »