MENU

16/12/2021 às 19h14min - Atualizada em 16/12/2021 às 19h14min

GPE de Imperatriz cumpre mandado e prende mulher condenada em Marabá

A mulher, que não teve o nome revelado, está condenada por organização criminosa e posse ilegal de arma de uso restrito

Dema de Oliveira
Armas, explosivos e coletes balísticos apreendidos na época - Foto: Arquivo/O PROGRESSO
 
Na última quarta-feira (15), a Polícia Civil do Maranhão, com apoio da Polícia Civil do Pará, conseguiu cumprir um mandado de prisão preventiva decorrente de decisão condenatória por crime de organização criminosa e posse de arma de fogo de uso restrito contra uma mulher, que não teve o nome revelado. 

Segundo a 10ª Delegacia Regional de Imperatriz, a mulher é condenada a uma pena de 6 anos e 9 meses de reclusão.

De acordo com as investigações, na madrugada do dia 3 de fevereiro de 2017, em uma residência localizada no bairro São José, em Imperatriz, havia suspeita da presença de assaltantes de banco na região. Logo, policiais cercaram a residência e, após negociação, os denunciados resolveram se entregar, e em seguida os policiais entraram na residência e apreenderam um fuzil mosquefal, dinheiro, coletes balísticos, placas balísticas, espoletas, dezenas munições, vários explosivos, coldres, machadinho de ferro, dois carros e aparelhos celulares.

Na ocasião, pessoas foram detidas, entre elas a presa desta quarta-feira, que se organizavam de forma permanente e na posse de arma de fogo no intuito de cometerem roubos a instituições financeiras na modalidade “vapor” (caracterizada pelo emprego da violência e instalação de pânico e terror na cidade vitimada).

Após levantamento do GPE de Imperatriz e trocas de informações com a Polícia Civil do Pará, foi possível identificar o atual endereço da foragida e consequentemente a captura. A mesma foi conduzida à Delegacia de Polícia Civil de Marabá e encontra-se à disposição da justiça. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...