MENU

19/11/2021 às 19h00min - Atualizada em 19/11/2021 às 19h00min

Rogério Frota, 63 anos

Maior empreendedor imobiliário de Imperatriz, empresário faleceu na quinta-feira, 19, em São Paulo

Illya Nathasje
Rogério Frota deixa um legado de grandes realizações, empreendedorismos e valorização das amizades - Foto: Divulgação
 
Empreendedor nato com espaço garantido em qualquer lugar no Brasil, Rogério Frota de Araújo sempre privilegiou Imperatriz. Filantrópico, foi dele, o primeiro restaurante popular no Maranhão, o Prato Cheio (na rua Bom Futuro), o primeiro prédio residencial, Central Park, seguido do 5ª Avenida (na Frei Manoel Procópio), o primeiro prédio comercial, o Centro Comercial e Empresarial (na praça Brasil, antigo prédio da Cemar), o primeiro (bom) motel, Stylus, além do Ritz, empreendimento conceito em gastronomia e coquetelaria, em prédio histórico (Cine Muiraquitã) no centro antigo da cidade, preservando a sua fachada original. É pioneiro, também, o Imperatriz Hotel Bristol construído no modelo pool de hotelaria, onde a administração garante rentabilidade aos compradores de apartamentos através de sua utilização como hospedagem. 

Além de prédios residenciais em séries, por exemplo, Riverside, Twin Towers, Comospolitan, Unique, Maximus e, por último, o Aracati Oficce, moderno centro empresário. Residenciais ou comerciais seus empreendimentos deixam sua marca a partir da criteriosa e não menos, majestosa, escolha dos nomes, onde registra-se, conjuntos arquitetônicos bem alinhados à urbanização local, privilegiando os aspectos funcionais, demandando valorização às questões sustentáveis.

Gentleman, inclusive nos negócios, Rogério Frota sempre afirmou que sua empresa, Aracati Construções e Empreendimentos surgiu em Imperatriz como fruto da confiança no desenvolvimento da região. E foi aqui que ela desenvolveu grandes projetos, auxiliou no crescimento econômico da cidade e conquistou  extrema  credibilidade no mercado: qualidade, satisfação dos clientes e certeza de bons negócios. 

De fino trato, Rogério sempre construiu e soube além de ampliar o número de amigos, preservar a amizade. O publicitário Chaffi Braide afirmou na manhã de ontem estar de “coração partido e com imensa dor, pela partida de um homem, bom pai, bom esposo, excepcional amigo e empresário de larga visão. Vai fazer falta. Muita falta!”

Também o ex-prefeito e atual presidente da Gasmar (Gás do Maranhão S/A), Sebastião Madeira, externou Rogério Frota como “um homem a frente de seu tempo. Um empreendedor que deu início ao processo de verticalização e que deu enorme contribuição para a cidade. Foi uma das pessoas que mais acreditou e apostou em Imperatriz. Investindo, criando oportunidades de trabalho, favorecendo a criação de um ambiente de otimismo e desenvolvimento”.

Ao decretar luto oficial de três dias, o Município de Imperatriz destacou no empresário seu caráter inovador e seu empreendedorismo. Mesmo tom adotado por Francisco Almeida, presidente do CDL que agradeceu a importante contribuição de Rogério Frota em prol do desenvolvimento econômico do Município. Clayton Noleto, secretário de Estado da Infraestrutura, embora não tenha tido maiores contatos com ele, reconheceu o grande empreendedor e ter conhecimento de que o empresário carregava consigo o nobre sentimento de valorizar as amizades.   

Grande amigo, o ex-deputado e ex-ministro José Sarney Filho afirmou em nota enviada a O PROGRESSO ter “perdido um grande amigo, um irmão. Imperatriz perdeu um de seus maiores empreendedores e benfeitores. Sentiremos sua falta, mas o seu legado e seu exemplo de pessoa do bem ficarão entre nós”.  

Nascido em Fortaleza em 03 de dezembro de 1957, onde o corpo chegou na noite de ontem para a realização do funeral e sepultamento, este no Cemitério Parque da Paz, Rogério Frota deixa 4 filhos. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...