MENU

02/10/2021 às 07h28min - Atualizada em 02/10/2021 às 07h28min

Em cerimônia de assinatura de contrato, coordenador da Bancada Federal destaca trabalho dos parlamentares do Estado em prol do Tocantins na duplicação da BR-153

Tiago Dimas diz que União vem garantindo os investimentos no Tocantins e destaca atuação conjunta da maioria dos congressistas para que obras de duplicação no trecho do Tocantins ocorra nos primeiros anos da concessão

Daniel Machado
(Com informações do Ministério da Infraestrutura)
Tiago Dimas durante seu discurso na cerimônia de assinatura de contrato das obras de duplicação da BR-153 - Fotos: Ricardo Vittorazzi

  
Coordenador da Bancada Federal do Tocantins, o deputado federal Tiago Dimas (Solidariedade-TO) participou, nesta sexta-feira, 1º de outubro, da assinatura do contrato das obras de duplicação e melhoria da BR-153 no trecho entre Aliança (TO) e Anapólis (GO). O evento, primeiro passo para o efetivo começo das obras após a realização do leilão em 29 de abril, ocorreu em Anapólis e foi comandado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes.

 

No seu discurso, Tiago Dimas destacou que essa obra era muito aguardada e se cumpre um grande anseio da população. O parlamentar lembrou que quase todos os membros da Bancada Federal pediram que o contrato fosse reajustado, a fim de garantir equidade entre os dois estados beneficiados, com as obras do Tocantins ocorrendo ainda no primeiro ciclo – entre o terceiro e o décimo ano e não a partir do vigésimo ano como previsto no edital. O trecho do Tocantins tem pouco mais de 170 quilômetros de extensão.

 

“Em nome da Bancada Federal, quero agradecer ao senhor ministro e a toda sua equipe pelo diálogo e por entender o pleito do Tocantins”, destacou Tiago Dimas, ao lembrar que o projeto do ministério em parceria com a iniciativa privada é o ideal para levar desenvolvimento para o Brasil. Tiago Dimas também ressaltou a importância do governo federal que vem garantindo os investimentos, inclusive no Tocantins.

 

Na sua fala, o ministro, inclusive, garantiu que fará o ajuste de contrato para que as obras de duplicação dos trechos de Goiás e do Tocantins ocorram ao mesmo tempo no primeiro ciclo da concessão. Ao todo, o governo federal projeta R$ 14 bilhões em investimentos. As obras ficarão a cargo do grupo Ecovias do Araguaia (do grupo EcoRodovias).

O ministro elogiou toda a Bancada Federal do Tocantins pelo trabalho, citou nominalmente Tiago Dimas  e Carlos Gaguim (DEM-TO), que estavam presentes, e estendeu os agradecimentos aos demais membros do Tocantins no Congresso Nacional.

 

“É investimento na veia para uma rota extremamente relevante para o agronegócio por interligar as regiões Norte e Sul do Brasil. A estimativa é que milhares de vidas sejam salvas com as melhorias durante os anos de concessão, e essa é a melhor forma de fazer infraestrutura”, destacou o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.


Com 850,7 quilômetros de extensão, entre os municípios de Anápolis (GO) e Aliança do Tocantins (TO), as rodovias concedidas terão investimentos de R$ 7,8 bilhões em duplicações e melhorias na segurança viária e outros R$ 6,2 bilhões em contratação de serviços ao usuário. 
 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...