MENU

29/09/2021 às 17h29min - Atualizada em 29/09/2021 às 17h29min

Reunião discute campanha de vacinação no Maranhão

Rodrigo Freitas
CCOM-MPMA
Instituições discutiram campanha de vacinação - Foto: CCOM-MPMA

   
Em reunião realizada na tarde desta terça-feira, 29, na sede das Promotorias de Justiça da Capital, o Ministério Público do Maranhão discutiu a realização da Campanha Nacional de Multivacinação para atualização das cadernetas de vacinação de crianças e adolescentes.

A campanha é uma iniciativa do Ministério da Saúde e será realizada de 1º a 29 de outubro, tendo como dia D o sábado, 16 de outubro.

Participaram, além da coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Saúde (CAOp Saúde), Maria da Glória Mafra Silva, representantes da Secretaria de Estado da Saúde (SES), da Secretaria Municipal de Saúde de São Luís (Semus) e do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Maranhão (Cosems-MA).

Na abertura dos trabalhos, Glória Mafra observou que o índice de cobertura vacinal atual de crianças e adolescentes no Brasil está no mesmo nível do observado em 1980. Para a promotora de justiça, ao atualizar a situação vacinal, a campanha busca aumentar a cobertura e diminuir a incidência, “contribuindo para o controle, eliminação e erradicação das doenças imunopreveníveis nas crianças e adolescentes menores de 15 anos”.

O Ministério Público solicitou uma série de informações das instituições presentes, como a quantidade de vacinas em estoque, tanto do estado quanto dos municípios, bem como as datas de validades desses produtos. Também foram requisitadas informações sobre as vacinas já solicitadas ao Ministério da Saúde. Houve, ainda, o questionamento a respeito dos insumos necessários para aplicação das doses.

Outro tema discutido foi sobre os recursos humanos para atuar na campanha, que acontecerá paralelamente à vacinação contra a Covid-19. Além da quantidade suficiente de profissionais, foi verificada a capacitação deles para atuar nesse processo. De acordo com a enfermeira Fábia Eugênio, do Departamento de Controle de Doenças Imunopreveníveis da SES, foram realizadas duas capacitações virtuais sobre a campanha de multivacinação, além de outros quatro cursos presenciais, que já atingiram profissionais de saúde de 91 municípios.

O CAOp Saúde também solicitou a quantidade de salas de vacinação disponíveis por município. Em São Luís, de acordo com a chefe do Departamento de Imunização da Semus, Charlene Luso, 63 pontos estarão disponíveis.

Ainda sobre esse ponto, o presidente do Cosems-MA, Frederico Lobato, ressaltou que com a diminuição dos números da Covid-19, a população fica mais confiante para levar os filhos aos postos de vacinação. O secretário de Saúde de Pinheiro ressaltou, ainda, que a estrutura das Unidades Básicas de Saúde, onde a campanha acontecerá, não está sendo utilizada na vacinação contra o novo coronavírus.

Glória Mafra observou que os Municípios não poderão deixar de participar da campanha alegando falta de recursos humanos. A promotora de justiça também afirmou que o não cumprimento do indicador quatro do Pacto Interfederativo, que trata das metas de vacinação, resultará em redução dos recursos repassados aos municípios para aplicação na atenção básica à saúde. “Isso não significa que a população será prejudicada, pois esses recursos serão utilizados por outro ente naquele mesmo território”, explicou.

Outros pontos discutidos na reunião foi a situação das redes de frios nos municípios para abrigar as vacinas em condições adequadas e seguras e a preocupação dos resíduos da vacinação, desde as unidades de saúde até a destinação final.

Glória Mafra também enfatizou a necessidade de uma grande mobilização de divulgação da campanha de multivacinação por todas as instituições presentes, inclusive com a utilização das equipes de atenção básica e saúde da família. A coordenadora do CAOp Saúde reforçou a necessidade de engajamento dos meios de comunicação e afirmou que encaminhará documento à Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), para que a vacinação seja incentivada junto aos gestores municipais.
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...