MENU

15/12/2022 às 14h54min - Atualizada em 16/12/2022 às 00h06min

Vacinação precoce contra Metapneumovírus aviário aumenta segurança do plantel

Estudo realizado pela Zoetis indica que doença está presente nas granjas do Paraná

Rodolpho Cautella
SALA DA NOTÍCIA
Foto: Divulgação

Um estudo realizado pela Zoetis em seis núcleos de produção de frango de corte, localizados no estado do Paraná, apontou a presença da metapneumovirose ou Síndrome da Cabeça Inchada em todos os locais analisados.

Os pesquisadores coletaram o sangue das aves dois dias antes do abate, durante maio de 2020 e março de 2021. Os ensaios sorológicos foram realizados com o método Elisa (Enzyme Linked Immuno Sorbent Assay) que é um teste sorológico imunoenzimático cuja metodologia se baseia em reações antígeno-anticorpo detectáveis através de reações enzimáticas.

Os resultados do estudo apontaram a presença do vírus em 54,20% das amostras analisadas. “Esse compilado é muito representativo, pois pouco se fala sobre a prevalência de metapneumovírus em frangos de corte no Brasil”, disse o Gerente Técnico de Aves da Zoetis, Eduardo Muniz.

Acometendo perus, matrizes, frangos de corte e poedeiras em diversas idades o metapneumovírus causa doenças respiratórias que acarretam prejuízo para os avicultores, pois tem a característica de se associar com outros patógenos como a E. coli levando a sinais clínicos característicos (aerossaculite e condenações em frigoríficos).

A transmissão da Metapneumovirose ocorre pode ocorrer de formas variadas comoi o contato entre aves doentes e sadias, água e equipamentos contaminados e caminhões de ração. “O vírus pode disseminar-se no lote tendo as condições de criação e de ambiência, o manejo e a poeira também como fatores que podem influenciar fortemente na contaminação e na gravidade dos sintomas”, diz o especialista.

A forma mais eficaz de combater esse agente na produção é a vacinação precoce e contínua do plantel. “A imunidade gerada pela vacinação é uma das principais medidas de controle da doença junto com a biosseguridade e o manejo ambiental. Quando aplicadas em conjunto essas medidas previnem perdas e prejuízos relacionados ao Metapneumovírus Aviário”, afirma o médico-veterinário.

Quer saber mais sobre esse tema? Acesse aqui o estudo completo

Sobre a Zoetis 

Como empresa líder mundial em saúde animal, a Zoetis é movida por um propósito singular: fortalecer o mundo e a humanidade por meio da promoção do cuidado com os animais. Depois de quase 70 anos trazendo inovações na maneira de prever, prevenir, detectar e tratar doenças em animais, a Zoetis continua a apoiar aqueles que criam e cuidam de animais em todo o mundo – de pecuaristas a veterinários e tutores de animais de estimação. Todo o seu portfólio de medicamentos, vacinas, diagnósticos e tecnologias terapêuticas, e aproximadamente 11.300 funcionários fazem a diferença em mais de 100 países. Em 2021, a Zoetis obteve um faturamento de US$ 7,8 bilhões. Para outras informações, clique aqui

Informações à imprensa | Little George 

Rodolpho Cautella – [email protected] 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90