MENU

OPROGRESSONET Publicidade 728x90
14/10/2022 às 15h49min - Atualizada em 15/10/2022 às 00h00min

Red Hat divulga novas aplicações do Red Hat OpenShift para o 5G no Futurecom 2022

Por meio de uma arquitetura nativa em nuvem, pautada em microsserviços, plataforma da Red Hat oferece todas as potencialidades da nova tecnologia móvel a parceiros

SALA DA NOTÍCIA Linhas Comunicação
São Paulo, outubro de 2022 — A Red Hat, líder global em soluções open source, marca presença em um dos maiores eventos de tecnologia do país, o Futurecom 2022, entre os dias 18 e 20 de outubro, para falar sobre as novas ferramentas do Red Hat OpenShift disponíveis no ambiente de 5G, recém-chegado ao país. Na conferência, que ocorre presencialmente na São Paulo Expo, a empresa apresenta a parceiros como dinamizar e acelerar processos de TI, de forma escalável, estável e exponencial dentro da lógica do continuous integration e continuous delivery (CI+CD), que propicia a transformação ágil de empresas.

Conhecido como uma das melhores plataformas de arquitetura e contêineres, dentro do ambiente de nuvem híbrida e multi-cloud, o Red Hat OpenShift é um dos serviços mais completos do mercado quando se fala em gestão e operação de stack completo. Não à toa, segundo levantamento da Fortune 500, índice das 500 empresas com maior faturamento no ano, 100% das agências governamentais e 80% das empresas de mídia e Telecom listadas no relatório utilizam a solução como maneira de potencializar processos no ambiente de Redes e TI, assim como incorporar celeridade e flexibilidade na gestão de negócios e na expansão de expectativas para o mercado. 

O grande diferencial da solução é sua filosofia de dados abertos, pois possibilita que parceiros e clientes aderentes à plataforma utilizem recursos oferecidos na cloud privada, ou ainda, pela Azure, AWS, IBM Cloud e Google Cloud, que dialogam diretamente com a estrutura da solução e permitem uma integração completa nos ecossistemas de redes e TI. Com as soluções do OpenShift, além do acesso integral a outras ferramentas disponibilizadas por parceiros da Red Hat, novos clientes também se conectam com um dos maiores grupos de tecnologia aberta do mundo, a comunidade do Open Source. Coletivo formado não apenas de apaixonados por dados e inovações, mas também por técnicos e entusiastas que oferecem ferramentas gratuitas para personalização de recursos e, possivelmente, novas atualizações dentro do contexto da plataforma de contêineres, seguindo a linha de redução do total cost of ownership (TCO), outro diferencial da filosofia dos dados abertos. 

Para o novo ecossistema proporcionado pela Tecnologia 5G, o Red Hat OpenShift oferece às operadoras uma versão robusta da sua plataforma, que permite o uso integral de todos os recursos para ambientes de negócios. Por meio de sua estrutura nativa com o core 5G, clientes podem trabalhar desde o ambiente de cloud até o edge computing (computação de borda) de maneira independente e escalável, proporcionando estabilidade e segurança a todos os processos de redes e TI. Além disso, a solução oferece uma série de recursos de automação, abordagem conhecida como Zero-Touch Approach. Como consequência, os colaboradores podem focar seus esforços em outras tarefas, consagrando mais tempo à lógica do time to market.

Para Paulo Souza, Líder de Telecomunicações da Red Hat Brasil, além das soluções baseadas em Red Hat OpenShift proporcionarem às operadoras uma plataforma multi-cloud aberta e escalável para os sistemas OSS, BSS e redes, desde o core até o edge, um outro grande diferencial são seus protocolos de segurança, fundamentais com a chegada da tecnologia de 5G. “Além de ser um potencializador de negócios e multiplicador de agilidade e eficiência, o Red Hat OpenShift alinha-se com os principais procedimentos de segurança dentro do mundo da tecnologia. Isso vale para todas as práticas de DevOps, tanto para TI quanto para redes e, assim, permite que a operadora possa aproveitar ao máximo as novas potencialidades da tecnologia 5G, protegido e atualizado com o que há de mais moderno em ciberproteção”, explica o executivo. 

A jornada do 5G

Já disponível na maior parte das capitais do país, a 5ª geração de tecnologia móvel promete revolucionar a maneira como empresas e consumidores utilizam dados móveis. Por oferecer uma banda mais ampla com velocidades que podem atingir 100 vezes o proporcionado pelas faixas de 4G, a tecnologia já é vista como um potencial transformador nas áreas de saúde, educação e entretenimento. Além disso, apresenta baixa latência de dados, ou seja, há pouca interferência e ruídos na comunicação entre pontas, o que significa uma conexão mais estável e segura o que disponibilizaria, entre outras tantas possibilidades, a utilização de veículos autônomos em cidades e mais acessibilidade na comunicação de astronautas entre a Terra e a Lua, por exemplo. 

Red Hat na Futurecom | Agenda

Para aprofundar a discussão sobre as potencialidades da tecnologia, durante o Futerecom deste ano, a Red Hat terá dois porta-vozes para debater as expectativas para o uso da 5ª geração da tecnologia móvel para empresas e consumidores. 

Na quarta-feira, dia 19, às 10h30, Izabella Coeli, Arquiteta de Soluções Sênior para a Red Hat Brasil, irá falar sobre as novas possibilidades que nascem com a chegada do 5G no país, principalmente dentro da arquitetura de soluções de TI dentro do universo de nuvem híbrida quanto na visão multicloud. A palestra abordará questões estratégicas e a importância do recurso tecnológico. 

No mesmo dia, às 16h30, é a vez de Lívio Silvio, Chefe de soluções para arquitetura para a Red Hat Brasil, falar sobre a jornada para o Open RAN. Na conversa, o executivo vai fazer um bate-papo sobre as potencialidades da nova categoria de softwares que, em conjunto com o 5G e que estará presente em todos os lugares de onde se acessa Internet nos próximos anos: restaurantes, escritórios, aeroportos e de dentro de casas.

Sobre a Red Hat

A Red Hat é a líder global no fornecimento de soluções empresariais open source e usa uma abordagem de parceria com as comunidades para entregar tecnologias Linux, de cloud híbrida, de containers e Kubernetes confiáveis e de alta performance. A Red Hat ajuda os clientes a integrar aplicações de TI existentes e novas, desenvolver aplicações nativas em cloud, padronizar com o sistema operacional líder no setor e automatizar, proteger e gerenciar ambientes complexos. Premiados serviços de suporte, treinamento e consultoria tornam a Red Hat uma confiável parceira das empresas da Fortune 500. Atuando com fornecedores de cloud, integradores de sistemas, fornecedores de aplicações, clientes e comunidades open source, a Red Hat ajuda as organizações a se preparar para o futuro digital.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90