MENU

07/07/2022 às 22h24min - Atualizada em 07/07/2022 às 22h24min

Escola do Legislativo promove workshop sobre saúde mental no trabalho

Da Redação
Agência Assembleia
Amanda Amate Oliveira conduz workshop sobre saúde mental no trabalho no auditório da Elema - Foto: Divulgação
  
A Escola do Legislativo (Elema) promoveu, na manhã desta quarta-feira (6), o workshop ‘Saúde Mental no Trabalho’. O evento foi conduzido pela enfermeira e especialista em saúde mental Amanda Amate Oliveira, no auditório da Elema.

Foi abordado o que é a saúde mental, como o ambiente pode influenciar na saúde do trabalhador e como os trabalhadores ficaram no pós-pandemia. Além disso, foi enfatizada a Síndrome de Burnout, um distúrbio emocional com sintomas de exaustão extrema e esgotamento físico resultante de situações de trabalho desgastante.

Amanda Amate enfatizou que, conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), centenas de milhões de pessoas em todo o mundo são afetadas por doenças mentais, distúrbios comportamentais ou neurológicos e transtornos por uso de substâncias.

 

Pós-pandemia

“A temática já era importante, mas, após a pandemia, a preocupação com a saúde mental no ambiente de trabalho se intensificou ainda mais, uma vez que inúmeros trabalhadores ficaram sobrecarregados e tendo que lidar ao mesmo tempo com vários outros problemas. É comum que outras áreas da vida sejam prejudicadas”, afirmou a especialista.

Segundo Amanda, entre os fatores que influenciam negativamente a saúde mental estão o aumento da carga horária e o ritmo de trabalho, conflitos de papéis, pressão pela produtividade, competição entre as pessoas, atividades repetitivas e monótonas e falta de autonomia.

 

Avaliação positiva

Para a aluna Laura Rosa, assistente social da Assembleia, é importante que as organizações promovam palestras sobre o tema para que os colaboradores não só cuidem mais de si, mas também para serem incentivados a ficarem em alerta aos sinais em relação aos colegas de trabalho.

“Nossa vida pessoal acaba sofrendo consequências devido ao excesso de trabalho. Ficou claro que, para ter uma boa saúde mental, é necessário que cada pessoa viva com qualidade e possa lidar com todas as dificuldades cotidianas, inclusive no trabalho. Por isso, essa abordagem é tão importante”, completou a aluna Érika Santos, que é técnica em enfermagem.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
OPROGRESSONET Publicidade 1200x90