MENU

28/05/2022 às 22h42min - Atualizada em 28/05/2022 às 22h42min

Forças de Segurança deflagram Operação Presença - Araguaína para redução da criminalidade no município

Quatro pessoas foram conduzidas à delegacia e três bares foram multados

Da Redação
Dicom SSP-TO
A Operação contou com efetivo da Secretaria da Segurança Pública, Polícia Civil, Polícia Militar, CB Militar, Secretaria da Cidadania e Justiça, Detran-TO e Agência de Segurança Transporte e Trânsito de Araguaína - Foto: Divulgação/Governo do Tocantins
     
Em ação integrada, as Forças de Segurança do Tocantins deflagraram na noite desta sexta-feira, 27, a Operação Presença - Araguaína, com diligências realizadas até a manhã deste sábado, 28, em todas as localidades do município. A Operação percorreu bares, casas de festas, distribuidoras de bebidas e conveniências para coibir práticas de Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLI. A Operação contou com efetivo da Secretaria da Segurança Pública, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria da Cidadania e Justiça, Detran-TO e  Agência de Segurança Transporte e Trânsito de Araguaína. 

O Centro Integrado de Operações Áreas do Tocantins  (CIOPAER) prestou apoio aéreo, acompanhamento e monitoramento das ações desenvolvidas como suporte estratégico para o estabelecimento das abordagens e atuações em tempo real. 

O secretário de Segurança Pública, Wlademir Costa, destaca que o resultado de um trabalho integrado entre as forças de segurança reflete diretamente no bem-estar e segurança da população. “Enfrentamos o crime organizado e várias outras situações de criminalidade, por isso é tão importante que as forças de segurança estejam organizadas e integradas para um combate eficiente dos ilícitos penais,  zelando pela segurança da população”, destaca.

O Comandante-geral da Polícia Militar do Tocantins, Júlio Manoel da Silva Neto, fala sobre o sucesso da operação. “A Operação Presença, assim como outras operações que temos desta natureza, é importante para mostrar que a PMTO, juntamente com as outras forças de segurança do nosso Estado, está comprometida com a segurança do nosso cidadão, ficamos muito felizes de ver o sucesso desta operação”, destaca.

O Comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, Tenente-Coronel PM Valdeonne Dias da Silva, fala da boa articulação entre as forças de segurança do Estado. “Este tipo de ação melhora o cotidiano e a vida em sociedade. Aqui em Araguaína é notável a ação dos órgãos, estamos comprometidos e sempre à disposição para contribuir”, afirma.

O delegado e diretor do Sistema Integrado de Operações (SIOP), Ricardo Real,  destaca que a Operação Presença - Araguaína buscou  intervir, por meio de ações de repressão qualificada, na diminuição dos indicadores de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), no município de Araguaína. “Como forma de alcançar o objetivo traçado, foram realizadas abordagens, apreensões, fiscalizações, revistas pessoais e em veículos”, informa. 

 

Diligências

Vários bares da cidade foram visitados, principalmente os com denúncias e acompanhamentos de procedimentos investigativos, tanto pela ocorrência de crimes quanto por problemas de descumprimento de normas municipais. 

Bares  e conveniências já conhecidos por abusos de horários, som automotivo e emissão de barulho musical foram visitados mas não estavam em funcionamento ou não apresentaram irregularidades, mas estão sendo monitorados para as providências legais em momento oportuno. 

Durante as abordagens e buscas pessoais houve resistência e desobediências, sendo conduzidas quatro pessoas e uma, inclusive, por agredir um policial, a qual foi devidamente contida para fazer se cumprir a lei e a ordem. As quatro pessoas foram apresentadas à  autoridade competente para serem autuadas em flagrante delito. 

Mais três bares foram autuados por excederem os limites de emissão sonora. Os locais já haviam sido alvo de  denúncias feitas por moradores e até procedimentos criminais instaurados. Um deles, com pedido de suspensão de eventos por reiterados descumprimentos às normas municipais e por perturbação à vizinhança foi flagrado descumprindo o Termo de Ajustamento e Conduta e será autuado. 

Carros de som automotivo e suas apreensões também foram alvo da operação, diante dos constantes abusos por eles promovidos e pelas reclamações da população. Com as intensificações nesse tipo de abordagens, os veículos são apreendidos com a aparelhagem sonora e somente o carro costuma ser liberado por ordem judicial, permanecendo o som apreendido até a audiência criminal. 

Após a realização da operação, houve uma redução drástica no número de ocorrências e até mesmo da prisão de pessoas à delegacia plantonista, demonstrando o sucesso e a importância de tais medidas, trazendo paz e segurança à população de Araguaína.
A Operação Presença - Araguaína foi deflagrada pelas Forças de Segurança do Tocantins na noite desta sexta-feira, 27, com diligências realizadas até a manhã deste sábado, 28 - Divulgação/Governo do Tocantins



Após a realização da operação, houve uma redução drástica no número de ocorrências e até mesmo da prisão de pessoas à delegacia plantonista, demonstrando o sucesso e a importância de tais medidas - Divulgação/Governo do Tocantins f
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »