MENU

04/03/2022 às 23h50min - Atualizada em 04/03/2022 às 23h50min

Síndrome do Ovário Policístico: o que é, causas e tratamento

Neste episódio, a ginecologista Dra. Denise Yanasse dará mais detalhes sobre o assunto

Dra. Denise Yanasse - Canal Doutor Ajuda
Brasil 61

Você tem ciclos menstruais irregulares? Já ouviu falar de Síndrome de ovários policísticos? Neste episódio, a Dra. Denise Yanasse dará mais detalhes sobre o assunto.

A síndrome do ovário policístico é um problema hormonal comum nas mulheres em idade reprodutiva.

Esse problema hormonal pode resultar em três características principais: 

  1. Ciclos menstruais prolongados e as vezes ausentes: ter oito ciclos ou menos por ano ou ficar sem menstruar por mais de três meses.
  2. Hiperandrogenismo que pode ser clínico (aumento de pelos, acne, ganho de peso com acumulo de gordura abdominal, queda de cabelo) e/ ou laboratorial (aumento de hormônios masculinos no sangue).
  3. Ovário com aspecto micropolicistico no ultrassom.

E, além disso, é obrigatório que você investigue e exclua outras doenças que também podem causar alguns estes sintomas como distúrbios de tireoide, aumento de prolactina, tumores produtores de hormônios masculinos, menopausa precoce, hiperplasia adrenal congênita, entre outros. 

Um ponto importante a ser ressaltado é que não é porque você tem um ovário micropolicístico no ultrassom, que você tem a síndrome. Para ter a síndrome é preciso ter também alguma das outras características como irregularidades menstruais e/ ou hiperandrogenismo.

E qual a causa da síndrome dos ovários policísticos? A medicina não sabe ao certo. Alguns fatores como hereditariedade, excesso de insulina e produção de testosterona aumentado pelo próprio ovário pode estar associado.

Quem tem esse problema tem maior risco de ter uma série de outras doenças como: diabetes tipo 2, pressão alta, colesterol e triglicérides aumentados, gordura no fígado chamada esteatose hepática, obesidade e síndrome metabólica com aumento de gordura abdominal e apneia do sono. 

Todas essas são fatores de risco para doenças cardiovasculares como infarto e derrame.

Além dessas a Síndrome do Ovário Policístico também está associada a:

  • Infertilidade, uma vez que ela não ovula ou ovula poucas vezes
  • Sangramento uterino aumentado
  • Câncer de mama e endométrio 
  • Problemas na gravidez como diabetes e pré-eclâmpsia
  • Dentre outros, como depressão e ansiedade.

Como não se sabe a causa exata do problema não há remédios para cura do problema, mas é possível controle geralmente com uso de medicações e mudanças no estilo de vida, como perda de peso e mudanças na dieta. 

Para saber mais, assista ao vídeo no canal Doutor Ajuda no Youtube.

Notícias Relacionadas »
Comentários »