MENU

26/01/2022 às 19h28min - Atualizada em 26/01/2022 às 19h28min

Vereador Fábio Hernandes vai mudar de partido

Willian Marinho - O PROGRESSO
Fábio Hernandes, pré-candidato a deputado federal - Foto: Fábio Barbosa
 
Insatisfeito com a falta de apoio do presidente do seu partido, André Fufuca, e do envio de recursos para investir em Imperatriz, o vereador Fábio Hernandez, que está em seu segundo mandato, anunciou que vai esperar a janela que permitirá a troca de partido, em abril, para pedir desfiliação do PP. O vereador, que é presidente da Comissão de Justiça e Redação, revelou que já começou as tratativas com o dirigente e espera ainda nos próximos dias se reunir com o líder do partido em Imperatriz, Ildon Marques, para tratar sobre o assunto.

“A minha insatisfação com o presidente estadual do meu partido, que é deputado federal e que nunca nos atendeu nos pedidos que fizemos para Imperatriz, nem mesmo conseguiu uma ambulância, e como é que eu posso pedir votos para ele, o que eu irei dizer ao povo? Somos vereadores e os apelos da população é que consigamos recursos para melhorar a qualidade de vida em sua rua, bairro e cidade, e como sei que nada disso virá este ano, como foram os últimos três, estarei saindo do partido na janela”, disse ele.

Hernandes também anunciou que será pela nova legenda que vai disputar um mandato de deputado federal, estando hoje em pré- campanha e espera obter os votos necessários para sua eleição. Ele justifica o projeto como não pessoal, e sim que possa aplicar emendas a que todos os parlamentares têm direito em Imperatriz.

Para ele, há dez anos que Imperatriz não elege um deputado da cidade e com mais de 170 mil eleitores, o que daria para eleger mais de quatro deputados, mas nem mesmo um. “Isso tem que mudar, a população de Imperatriz precisa entender a importância da eleição de um deputado de Imperatriz. Este deputado utilizará suas emendas e apoios em Brasília para a cidade, algo em torno de 60 milhões que nos quatro anos mais de duzentos milhões em asfalto, educação saúde e outros benefícios, recursos estes que não estão vindo para a cidade, pois não elegeu nenhum deputado e o que temos hoje será em dois anos e como suplente que assumiu a titularidade. Precisamos mudar isso e sou uma destas opções para ser votado e ser eleito. Só depende de Deus e dos eleitores”, comentou.

Sobre qual partido será candidato, saindo mesmo do PP, o vereador não quis apontar nenhuma sigla, haja vista que ainda está analisando o melhor caminho a ser seguido após a desfiliação em abril. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...