MENU

30/09/2021 às 19h46min - Atualizada em 30/09/2021 às 19h46min

Catar estreará na F1 em novembro e firma contrato de 10 anos

Abdulrahman Al Mannai, dirigente da Federação de Automobilismo do Catar, e presidente da F1 Stefano Domenicali anunciaram assinatura de contrato nesta quinta (30).

Alan Baldwin - Londres
Agência Brasil / Reuters
Prova nos arredores de Doha substituirá GP de Suzuki que foi cancelado - © IBRAHEEM AL OMARI

 
A Fórmula 1 irá estrear no Catar em novembro e terá um contrato de 10 anos a partir de 2023, depois de sediar a Copa do Mundo do ano que vem, anunciaram a modalidade e os organizadores locais nesta quinta-feira (30).

A prova noturna, agendada para 21 de novembro no Circuito Internacional Losail, nos arredores de Doha, formará parte de um quarteto inédito de provas no Oriente Médio no calendário de 22 corridas de 2021.

O Bahrein acolheu a abertura do campeonato em março, a Arábia Saudita realizará sua primeira corrida no dia 5 de dezembro e Abu Dhabi encerra a temporada uma semana mais tarde.

A data do final de novembro estava vaga no calendário reformulado desde o cancelamento da prova japonesa em Suzuka, uma de várias corridas impossibilitadas pela pandemia de covid-19.

"O passo entre o gesto para ser útil à F1 em 2021 e uma estratégia de longo prazo foi curto e simples", disse a F1 em um comunicado. "A visão de a F1 ser a vitrine do Catar depois da Copa do Mundo da Fifa de 2022 foi a força propulsora deste acordo de longo prazo".

O Catar virá depois do México e do Brasil como parte de uma trinca de corridas em finas de semana consecutivos em novembro.

"A Federação e as Autoridades Automobilísticas e de Motociclismo do Catar foram incríveis e se movimentaram com grande velocidade para fazer com que a corrida possa acontecer nesta temporada no Circuito Losail", disse o executivo-chefe da F1, Stefano Domenicali.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...