MENU

29/09/2022 às 13h50min - Atualizada em 02/10/2022 às 00h01min

A trajetória de sucesso da escritora Isa Colli, da literatura nacional para o mundo

Empreendedorismo feminino

SALA DA NOTÍCIA Alex Ferraz
Divulgação Alle Vidal

O empreendedorismo feminino envolve muitas iniciativas feitas por mulheres nos negócios, mas a característica fundamental é a paixão, que combinada à expertise, leva ao caminho do sucesso. Esse é o caso da escritora e jornalista Isa Colli no mercado editorial.

 
Nascida em Presidente Kennedy, no Espírito Santo, a autora brasileira foi inserida no universo literário ainda criança, quando sua mãe utilizava da leitura criativa e de cartilhas para entreter e cuidar da filha.
 
Ela iniciou a escrita por meio de um diário dado por seu pai aos 12 anos, com textos particulares nutridos de sentimento e sensibilidade, que foram se transformando em poesias, poemas e romances. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro livro “A Árvore Dourada”, que fala sobre a preservação da natureza e os seres que vivem e se nutrem dela. 
 
Mesmo com aptidão e paixão pela leitura, a autora se formou em moda, para depois cursar jornalismo. Em 2001, ingressou na antiga TVE, atual TV Brasil, onde pôde crescer, estudar e aprimorar suas habilidades com a escrita. Em 2011, teve seu primeiro livro lançado, o romance “Um amor, um verão e o milagre da vida”, reeditado com o nome “O Recomeço”, que abriu portas para novos estilos de escrita, levando-a inclusive a ser convidada, em 2013, a escrever livros com a temática infantojuvenil. Nos anos seguintes, após descobrir um câncer e uma doença degenerativa, se dedicou totalmente à escrita e à literatura. Voltou a publicar livros em 2016 e 2017, mas nunca parou de produzir.
 
Em 2018, a escritora e jornalista criou sua própria editora para gerenciar e ter autonomia na carreira, além de criar oportunidades para outros escritores. Imortal da Academia Internacional de literatura Brasileira (AILB), divide o seu tempo entre os dois países em que vive atualmente: Bélgica e Brasil.  Sempre que possível, Isa vem ao Brasil para uma maratona literária nas escolas e para participar de eventos. Em 2019, foi palestrante no Seminário de Narrativas Visuais de Vitória (ES) e no Encontro Nacional de Conselhos de Alimentação Escolar, em Guarulhos (SP). 
 
Nem mesmo a pandemia diminuiu o fôlego de Isa: em 2020 participou da Bienal Virtual de São Paulo e outros eventos literários online. Em 2021, levou a Colli Books para a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, onde a autora já havia marcado presença em 2017 e 2019. Este ano, a escritora participou do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas (Flipoços) e a Bienal Rubem Braga.
 
Além das feiras nacionais, Isa contabiliza importantes eventos internacionais em Bolonha, Bruxelas, Lisboa e Frankfurt. A autora tem em sua biografia 27 títulos infantojuvenis, incluindo seu primeiro livro escrito aos 13 anos; um romance e um livro de poesia. Por sua contribuição à literatura e à educação, recebeu moções Congratulatórias nas Câmaras de Vereadores de Petrópolis (RJ), Rio de Janeiro (RJ) e Presidente Kennedy (ES). Outra homenagem foi a Medalha 55, concedida pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, uma comenda muito especial de reconhecimento ao seu trabalho.  
 
Conquista do mercado editorial 
 
Os livros de Isa estão disponíveis em plataformas digitais como Amazon, Estante Virtual, Americanas, Shopping Time, Submarino e FNAC de diversos países. É também possível encontrar seu catálogo virtual em seu site pessoal e no da editora Colli Books.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »