MENU

08/09/2022 às 08h50min - Atualizada em 12/09/2022 às 00h01min

Belov e tripulação enfrentam 2ª etapa da expedição pelas águas congeladas da Passagem Noroeste

Trecho da viagem é marcado por encontros com outros brasileiros e belíssimas imagens da região

SALA DA NOTÍCIA Juracy dos Anjos
Leonardo Papini/ Divulgação
A expedição comandada pelo velejador Aleixo Belov, 79 anos, avança pela via marítima da Passagem Noroeste, no norte do Canadá, acima do círculo polar ártico. O navegador e a equipe já passaram por Cambridge Bay e Gjoa Haven, no Estreito Bellot, e seguem em direção a Nuuk, na Groenlândia, antes da partida em direção ao Brasil. 

Em Cambridge Bay, a tripulação conheceu uma brasileira que mora no local. “Chegamos aqui depois de passar por muito gelo e dificuldade e fomos muito bem recebidos, porque encontramos uma brasileira, Juliana, casada com o chefe de polícia montada aqui do Canadá, que nos ajudou. Tudo que a gente precisou ficou mais fácil com eles. Foi uma maravilha”, afirmou Belov. 

Ele contou ainda que, na mesma região, encontrou, mais uma vez, com os navegadores brasileiros Beto Pandiani e Igor Bely, que também realizam a travessia pela Passagem Noroeste a bordo de um catamarã sem cabine. “Nunca tivemos tantos brasileiros juntos. A gente já fez não sei quantas festas”, celebrou Belov, salientando que ele e a equipe almejam o retorno para casa. “Agora que estamos em Gjoa Haven, nosso sonho é conseguir voltar para casa com o veleiro Fraternidade inteiro e a tripulação com saúde”. 

Com o avanço da travessia, sem intercorrências sérias, o retorno do comandante com equipe deve acontecer em dezembro deste ano, três meses antes do previsto e um mês antes do navegador ucraniano naturalizado brasileiro completar 80 anos. 

>> Link da viagem pela Passagem Noroeste: https://www.youtube.com/watch?v=m09d53vL2Zk
 

Equipe passando pelas geleiras da Passagem Noroeste


Belov com Beto Pandiani e Igor Bely
 
Tripulação divide o mar com os ursos polares
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »