MENU

30/06/2022 às 16h02min - Atualizada em 03/07/2022 às 00h01min

Palestra sobre direitos LGBTQIA+ abre o mês de atividades da Fundação do Livro e Leitura

SALA DA NOTÍCIA Verbo Nostro
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto abre o mês de julho com a palestra “Direitos LGBTQIA+ e as conquistas sociais ao longo do tempo”, com a advogada e mestra em gestão de políticas públicas e projetos de desenvolvimento, Maria Eugênia Biffi. A atividade é exclusiva para os alunos da Escola Estadual Coronel João de Souza Campos, em Cravinhos, e acontece nesta sexta-feira (1/07), em dois horários: 11h e 13h15.

Maria Eugênia Biffi é também professora universitária e representante regional da Comissão da Mulher Advogada da OAB do Estado de São Paulo. Além de ser idealizadora dos projetos Ribeirão + Colorida, Emprego com Orgulho e do Maria, me explica Direito. A palestra já aconteceu no mês de junho para alunos da Escola Estadual Doutor Guimarães Júnior, em Ribeirão Preto.

SERVIÇO
Palestra: “Direitos LGBTQIA+ e as conquistas sociais ao longo do tempo”, com Maria Eugenia Biffi, advogada
Data: 1º de julho, sexta-feira
Horário: 11h e 13h15
Local: Escola Estadual Coronel João de Souza Campos, em Cravinhos.

Sobre a Fundação
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade, hoje considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e em 2021 realizou sua 20ª edição, pela primeira vez, no formato on-line, devido à pandemia do Coronavírus.

Com uma trajetória sólida, projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação do Livro e Leitura se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.

Notícias Relacionadas »
Comentários »