MENU

15/09/2021 às 21h26min - Atualizada em 15/09/2021 às 21h26min

Mulher é presa suspeita de envolvimento na morte do ex-marido no Parque Alvorada I

Iara da Silva Costa Labre foi autuada em flagrante e já se encontra no presídio de Davinópolis

Dema de Oliveira
Valdimir foi assassinado com tiro na cabeça - Foto: Divulgação/Redes Sociais
  
A Delegacia Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), em menos de 12 horas, elucidou o crime de homicídio de que foi vítima Valdimir Bandeira Labre, que foi encontrado em uma rua do Parque Alvorada I, por volta de 9 horas de terça-feira (14).

A suspeita do crime é a ex-esposa de Valdimir, Iara da Silva Costa Labre, 38 anos, que foi presa no mesmo dia do crime. Iara foi autuada em flagrante delito e na manhã de ontem, depois de passar pelo Instituto Médico Legal (IML) para o exame de corpo de delito, protocolo obrigatório, foi levada para a ala feminina do presídio de Davinópolis, a 12 km de Imperatriz, onde se encontra até ulterior deliberação da Justiça.

Segundo o delegado Praxísteles, na verdade, não foi Iara quem atirou em Valdimir. Entretanto, ela o levou para o ‘cheiro do queijo’, como diz na gíria policial. Quer dizer, o levou para ser morto por comparsas dela, também usuários de droga. “Estamos investigando outras pessoas, envolvidas no crime, principalmente o autor do disparo na cabeça de Valdimir”, disse o delegado Praxísteles.

Valdimir e Iara foram casados, mas viviam se desentendendo, até que um dia ele tentou matá-la com uma facada. Valdimir foi preso por lesão corporal e tentativa de feminicídio, passou uma temporada na cadeia, e tinha sido colocado em liberdade havia poucos dias.

De acordo com as investigações, tanto Valdimir quanto Iara, são usuários de droga, o que acabou em um final trágico. 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...