Expulsão?

No final de semana, o PSB realizou um encontro em São Luís e foi anunciado que havia sido aprovada a expulsão do senador Roberto Rocha. Exatamente na semana em que foi revelado que ele assumiria a liderança do PSB no Senado. Mas não houve confirmação, até porque para expulsar um senador não é fácil, pois tem que passar pela Executiva Nacional. Verdade que filiados ligados ao grupo do deputado estadual Bira do Pindaré chegaram a pedir a saída do senador. Nas redes sociais, assessora do senador disse que houve foi “um circo armado que, se passando por convenção estadual, armou-se para fazer foto, tentando desmoralizar o senador, como fizeram em 2015”. Se realmente tivesse acontecido, Rocha não iria ficar muito preocupado, porque o PSDB está querendo a sua volta ao ninho, o que deve acontecer. Mas ainda tem um fato que pode mudar o cenário no PSB. Haverá a eleição da direção nacional, e caso seja vitorioso o vice-governador de São Paulo, Márcio França, Roberto Rocha assumiria o comando no Maranhão. Agora se continuar a atual Executiva, permanece o PSB sob a presidência de Luciano Leitoa, que defende a reedição da aliança com o PCdoB de Flávio Dino.

Filiada

Durante o encontro do PSB, a juíza aposentada Maria das Graças Carvalho assinou a sua ficha de filiação e deve ser candidata a deputada federal. Ela foi filiada ao PPS e depois ao REDE, pelo qual pretendia ser candidata a prefeita em 2016. Mas não teve espaço no partido e saiu. Dra. Graça diz que não entende por que não foi aceita no partido pelo ex-juiz Marlon Reis, que na época comandava o REDE.

E...

Maria das Graças é que deve dar a cartas no PSB em Imperatriz. E aí, como ficaria a situação do ex-prefeito Ildon Marques, a maior figura político-eleitoral do partido na cidade? Tudo indica que se o rumo do PSB for mesmo este, Ildon dificilmente ficará, principalmente se Roberto Rocha sair.

Prazo

Setembro é decisivo para os políticos que desejam mudar de partido visando as eleições de 2018. O prazo para nova filiação é de um ano antes do pleito. Portanto, termina no próximo dia 6 de outubro. Depois das mudanças, aí veremos um rumo de como se formaria o quadro para a batalha de 2018.

Retificação

A coluna da edição do dia 09/09 divulgou que “...recentemente especulou-se que o prefeito lançaria como candidato o médico Fabiano Fiim”. Na verdade, é Daniel Fiim. Fabiano é advogado e foi candidato a vereador (1.085 votos).

Olha aí!

Os proprietários de autoescolas de Imperatriz estão preocupados. A exigência de simulador e telemetria no Maranhão aumenta os custos para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Aumenta para o aluno R$ 350, 00 (simulador) e mais R$ 350,00 (telemetria), com o valor final chegando a R$ 2.600,00 para adquirir a CNH. No Pará e Tocantins, estados que não fazem tal exigência, para obter a carteira gasta-se apenas R$ 1.300,00. Com isso, alunos do Maranhão estão procurando os dois estados e gerando prejuízos às autoescolas locais. Os donos estão buscando apoio político para tentarem reverter a situação.

Na pauta

A proposta da reforma política pode ser votada nesta terça-feira. Se a votação for concluída, os deputados retomarão a análise de outra PEC sobre o tema, que altera as regras sobre coligações partidárias e cria cláusula de desempenho para acesso ao Fundo Partidário.