Chance
O Imperatriz perdeu uma grande chance de seguir na Copa do Brasil, com o empate sem gols com o Vitória, na noite de terça-feira. Nós vimos que o time baiano não é a última bolacha do pacote, tanto que administrou o resultado porque sabia que o empate lhe era favorável. Se a diretoria tivesse gastado mais alguns reais com contratações, talvez o time estaria em melhores condições agora. É como sempre digo: quem quer vencer tem de investir. Vamos agora para a Copa do Nordeste, Campeonato Maranhense e a Série C. Tem muita bola para rolar pelo Cavalo de Aço.

Equivoco
No entendimento da coluna, o treinador Kobayashi não deveria ter substituído o Lucas Campos. Ele iniciou a partida meio claudicante, mas depois acertou e fez várias jogadas com o lateral direito Hudson. Quando o jogador estava em seu melhor momento, foi substituído. Colocou Cesinha e ficou até pior do que estava, porque o jogador não conseguiu jogar. Não sou o treinador, mas do jeito que o Imperatriz joga, tem de ter um centroavante. Outra coisa: time precisando vencer para seguir na competição e a escalação vem com três volantes.

Fazendo falta
Justamente nas posições que o Imperatriz deixou que os jogadores saíssem é que são os problemas atuais do time. O meia atacante que era o Gabriel Caju e o atacante Maheus Lima. Gabriel Caju, por meio de um empresário, deu uma rasteira na diretoria do Imperatriz, enquanto que o Matheus Lima, por meio do pai dele, pediu rescisão. Gabriel foi para o Cuiabá e o Matheus Lima para o Sampaio. Os dois poderiam estar aqui. Estão fazendo falta.

Cuidado
A gente vem falando quase que todos os dias. Muito cuidado com o Campeonato Maranhense, que é fundamental para que o Imperatriz possa continuar disputando as competições de alto nível, que são aquelas que tem respaldo financeiro, como Copa do Brasil e Copa do Nordeste. Mesmo sendo muito capenga, porque não tem prêmio nenhum em dinheiro, o Campeonato Maranhense é a base de tudo. O Imperatriz ainda não encaixou no maranhense, mesmo porque só jogou uma vez, venceu mas não convenceu o Cordino.

Difícil
Se não conquistar nada esse ano no Campeonato Maranhense, o Imperatriz terá um ano difícil em 2021. Principalmente se não conseguir subir para a Série B. Isso porque se no Campeonato Maranhense se paga para jogar, a Série C não é diferente. Ainda há tempo para que a diretoria possa rever algumas contratações pontuais e melhorar ao time. 

CURTIN HAS
Os dirigentes do Imperatriz não gostam muito que comparações sejam feitas***Mas no segundo tempo, contra o Vitória, o time armou três contra-ataques, um deles com três contra dois e não conseguiu marcar***Fosse o time do ano passado, nas três tinha matado o jogo***Esse time do Vitória não é lá essa coca-cola toda que apregoam, principalmente depois que venceu o Bavi, pela Copa do Nordeste***Na verdade, só vi um jogador diferenciado, o Fernando Neto, que jogou a sete***Claro que há jogadores como o Carletto e Mauricio Ramos, já rodados, que não conta***O torcedor do Cavalo de Aço sabia que o Adriano Bispo, volante do Imperatriz, já foi campeão da Libertadores?***Ele jogou no time do Santos, que tinha Diego, Robinho, entre outras feras da época***Dos volantes do Imperatriz, é o melhor*** Agora, vem o Fortaleza segunda-feira (17) e River-PI, dia 22, pela Copa do Nordeste.