Encontro

A Câmara Municipal de Imperatriz realizou, ontem, o 1º Encontro de Presidentes de Câmaras e Vereadores do Sul do Maranhão. Organizado pelo vereador Sargento Adelino com apoio da Associação Brasileira de Câmaras Municipais (Abracam), o evento teve a participação de dois senadores – o maranhense Weverton Rocha  (PDT) e a tocantinense Kátia Abreu (PDT). Também presentes o presidente da Abracam, Rogério Rodrigues da Silva, e o advogado Hamilton Júnior, vereador de São José de Ubá (RJ), que falou sobre  “os novos desafios dos vereadores”. Também foram abordados outros temas, como a reforma eleitoral, modelo de excelência  de gestão para Câmaras Municipais, necessidade da união  das Câmaras do Sul do Maranhão e a importância da atualidade de lei Orgânica e Orçamento Impositivo.

O que será?

O senador Weverton Rocha aproveitou a sua ida à Câmara para ter uma conversa, a portas fechadas, com o vereador José Carlos Barros. Evidentemente que a conversa girou em torno das eleições municipais de 2020. Como se sabe, o presidente da Câmara é pré-candidato a prefeito pelo Patriota. O PDT de Weverton ainda não se manifestou sobre o rumo que tomará em Imperatriz, mas vale lembrar que o partido é aliado do PCdoB de Flávio Dino, que tem como pré-candidato a prefeito o deputado estadual Marco Aurélio.   

Eleições 2020

De acordo com um experiente observador político, tudo leva a crer que o deputado estadual Rildo Amaral não lançará candidatura a prefeito. Ele é do grupo liderado pelo governador Flávio Dino e os comunistas já teriam batido o martelo em torno do nome de Marco Aurélio, de quem Rildo é amigo e tem conversado muito. Sem Rildo, do grupo permanecem em pleno movimento o ex-prefeito Ildon Marques, que tem realizado reuniões quase diárias com políticos e formadores de opinião, na sua casa, e o vereador José Carlos Soares, que tem andado muito pela cidade para se viabilizar. Mesmo sendo da base do governador, Zé Carlos tem dito que seu projeto é independente e que sua candidatura não é atrelada aos Leões.

Punição 

O PSB parabenizou os deputados que votaram contra a reforma da Previdência, destacando que “o posicionamento de cada um destes parlamentares reitera a luta histórica do partido, que sempre esteve ao lado da população mais simples, da classe média, do pequeno empresariado, dos trabalhadores do campo, entre outros segmentos”. Ao mesmo tempo lamentou que 10 deputados tenham sido favoráveis ao projeto do governo.  “Os que entregaram seus votos ao projeto governista deverão responder, no entanto, perante a população, pelos imensos prejuízos que lhe causaram”. O partido informou que eles já respondem a processo na Comissão de Ética “e serão devidamente punidos”. 

Nomes

Os deputados que não seguiram a orientação do PSB foram Átila Lira (PI), Emidinho Madeira (MG), Felipe Carreras (PE), Felipe Rigoni (ES), Jefferson Campos (SP), Liziane Bayer (RS), Rodrigo Agostinho (SP), Rodrigo Coelho (SC), Rosana Valle (SP) e Ted Conti (ES).

Cassação

Acusado de improbidade administrativa, ontem o prefeito Francisco Pereira Tavares teve o mandato cassado  pela Câmara Municipal de Santana do Maranhão. Foram 7 votos a 1 e uma abstenção. A cassação partiu de uma denúncia do Sindicato dos Servidores.