MENU

11/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 11/09/2020 às 00h00min

Estado tem que ser presente, diz Flávio Dino sobre alta dos alimentos

Por Priscila Lobregatte
“Essa ideia de estado mínimo só conduz a desastres”, diz Flávio Dino - Foto: Karlos Geromy
O governador do Maranhão, Flávio Dino, se manifestou nesta quarta-feira (9), em suas redes sociais, a respeito da alta no preço dos alimentos, em especial do arroz. “A solução para falta de arroz ou explosão do seu preço não é importação. Isso é paliativo. Questão central é o papel regulador e fomentador do governo federal, via órgãos como CONAB e BB. Essa ideia de “estado mínimo” só conduz a desastres. Estado tem que ser presente e eficiente”, disse.

De acordo com o governador, “uma das causas do problema com alimentos que estamos atravessando é o dólar nas alturas. E nem adianta perguntar qual o caminho a Bolsonaro. Ele nada sabe e de nada entende, como já declarou várias vezes. E ainda vão cortar o auxílio emergencial? Absurdo”.

Nos últimos 12 meses, o IPCA (Índice de Preços para o Consumidor Amplo) teve alta de 2,44%; no mesmo período, a inflação dos alimentos subiu 8,83%. O arroz, sozinho, acumulou um aumento de 19,2%, enquanto o óleo de soja subiu 18,6%. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...