MENU

27/08/2021 às 16h15min - Atualizada em 27/08/2021 às 16h15min

Aluno do SESI/Imperatriz classificado para seletiva Internacional da Olimpíada Brasileira de Astronomia

João Antônio Marinho representa o Maranhão na seletiva internacional que ocorre em março de 2022

Coordenadoria de Comunicação e Eventos do Sistema FIEMA
Aluno João Antônio Marinho, 17 anos, do Novo Ensino Médio do SESI de Imperatriz foi classificado para pré etapa da seletiva Internacional da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e representa o Maranhão - Foto: Divulgação
 
Alunos da escola SESI de Imperatriz foram destaque na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), entre alunos de todos os anos do ensino fundamental e médio em todo país. Na edição deste ano, foram mais de 900 mil inscritos, o maior número desde o lançamento da OBA, em 1998. Destes, cerca de 450 mil participaram por meio do formato digital. Mais de duas mil cidades estiveram representadas. Paralelamente, foi realizada também a Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), que comemora 15 anos de existência.

O aluno João Antônio Marinho, 17 anos, do Novo Ensino Médio do SESI de Imperatriz foi classificado para pré etapa da seletiva Internacional da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e representa o Maranhão na seletiva internacional que ocorre em março de 2022. “Muito gratificante participar dessa experiência e poder representar nosso estado nessa pré etapa internacional. Tenho muita afinidade com as disciplinas de ciências da natureza e o curso de eletrotécnica que faço no SENAI foram essenciais para meu sucesso nas provas”, ressalta João Antônio Marinho.

A pré-seleção consiste em três provas (observacional, prática e teórica), aplicadas de modo virtual, na qual serão selecionados cerca de 100 alunos com as maiores médias para a próxima fase. Após uma segunda prova para os 100 melhores, serão selecionados cerca de 40 alunos que receberão treinamentos intensivos. 

Cerca de 5000 alunos com o melhor desempenho na olimpíada nacional foram convidados a participar da pré-seleção. Ao final deste processo, serão selecionadas as duas equipes que representarão o Brasil em 2022 na 15ª Olimpíada Internacional, International Olympiad of Astronomy and Astrophysics (IOAA) e na 14ª Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA). 

O professor de Ciências da Natureza do SESI, José Leite, destaca a importância da participação dos alunos. “O objetivo da escola em inscrever nossos alunos nas competições brasileira, é incentiva-los cada vez mais ao aprendizado e às descobertas de novos campos das ciências e da tecnologia, a fim de que esses jovens saiam preparados para atuarem no mundo cada vez mais tecnológico”.

O SESI Imperatriz também foi destaque na 15ª Mostra Brasileira de Foguetes- MOBFOG, que acontece dentro da programação da Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), onde os alunos Pedro Silva Dias, Bruna de Sousa e Antônia Iolanda Santos, sob a orientação do professor Francisco Lima, receberam medalhas de bronze. A equipe venceu os desafios de construir foguete em plataforma virtual utilizando garrafas pets e realizar com sucesso o lançamento real do foguete experimental com base nas especificações fornecidas pelos alunos onde um programa de computador calculou o apogeu do foguete nas simulações.

Aluno do Novo Ensino Médio do SESI, Bruna de Sousa, conta que participar da OBA, foi uma experiência enriquecedora. “É muito bom quando a gente utiliza na prática os conhecimentos adquiridos na sala de aula, e sem dúvidas essa experiência foi bem positiva por agregar conhecimentos de exatas e também humanas”.

SOBRE A OBA- A Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), tem o objetivo de despertar o interesse pela Astronomia. As provas são distribuídas em quatro níveis de dificuldade, com a duração de duas horas para o nível fundamental e de três horas para o nível médio.

Para o superintendente do SESI, Diogo Diniz, os resultados alcançados pelos alunos demonstram a qualidade de ensino da instituição e o esforço dos estudantes. “Trabalhamos com metodologias ativas onde o aluno é protagonista da sua carreira, e nós estamos em constante busca pelo sucesso de nossos estudantes desenvolvendo suas habilidades e competências essenciais para o mundo do trabalho”. 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...