MENU

26/08/2021 às 21h20min - Atualizada em 26/08/2021 às 21h20min

Seca castiga regiões Centro-Sul e Sudeste do Tocantins

Com mais de 100 dias sem chuvas terras ficam desérticas

*Luíza Caetano - Governo do Tocantins
SEMAHR/Governo do Tocantins
Foto: Divulgação/SEMAHR
 
A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) divulgou nesta quarta-feira (25/8) os dados do Monitor de Secas referentes ao mês de julho deste ano.  Conforme o panorama apontado pela plataforma, a seca no Tocantins avançou nas diferentes regiões do Estado devido ao registro de mais de 100 dias sem chuva.

A seca moderada avançou na região sudoeste e houve aumento no número de municípios em estado de seca grave, com avanço na região centro-sul e sudeste, regiões que anualmente sofrem com o período de estiagem no estado.

Segundo o técnico ambiental da Semarh, Francisco Medeiros, tendo em vista o período de estiagem no Estado, a Semarh tem intensificado as ações de monitoramento nas áreas com seca grave.

Outras ações não foram pontuadas pela secretaria para diminuir a situação grave que abrange as comunidades que vivem nestas regiões.

Monitor de Secas


Mapa geral monitorado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) - Foto: divulgação

O Monitor de Secas, desenvolvido pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), é um processo de acompanhamento regular e periódico da situação da seca em vários estados brasileiros, cujos resultados consolidados são divulgados por meio do Mapa do Monitor de Secas, que pode ser acompanhado através do link.

O Monitor facilita a tradução das informações em ferramentas e produtos utilizados por instituições tomadoras de decisão e indivíduos, de modo a fortalecer os mecanismos de Monitoramento, Previsão e Alerta Precoce. 

No Tocantins, as equipes técnicas da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil são responsáveis mensalmente pelo levantamento das informações locais. 

*Estagiária sob supervisão de Fábia Lázaro

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...