MENU

25/08/2021 às 19h16min - Atualizada em 25/08/2021 às 19h16min

Melhorias no Hospital Socorrão e IML são solicitadas pelos vereadores

Karoline Tragante
Vereadores cobram melhorias na saúde de Imperatriz - Foto: Fábio Barbosa
 
A Sessão Plenária desta terça-feira, 24, foi pautada por diversas indicações de melhorias encaminhadas para a secretarias do município, como a manutenção de equipamentos de utilização dos usuários, benfeitorias no trânsito e instalação de equipamentos de saúde. No uso da Tribuna, os vereadores salientaram as cobranças que são feitas em relação às denúncias recebidas referentes ao Hospital Socorrão e ao Instituto Médico Legal.

O vereador Carlos Hermes (PCdoB), em debate, relembrou os trabalhos que o legislativo tem feito nos últimos anos para cobrar um melhor atendimento do Hospital Socorrão de Imperatriz, como denúncias e representações ao Ministério Público feitas pelos vereadores da oposição.

“ Estamos a tantos anos denunciando as situações falhas do Socorrão, como faltas de medicamentos básicos para dor, antibióticos, falta de exames de tomografia, sala de raio X sem funcionar e tantas outras situações que a oposição diariamente cobra e denúncia e que não aparece na Imprensa, ” salientou o vereador que acredita existir um equívoco ao não se divulgar, por parte da mídia, o trabalho da oposição da Casa.

O vereador Adhemar Freitas Jr (SDD) também salientou as diversas denúncias feitas pelos parlamentares, explanou sobre o sucateamento da saúde de Imperatriz e da necessidade em unir os esforços dos pares para fortalecer as denúncias e projetos feitos em prol da saúde da cidade e que “ficam escondidas em publicidades que tentam maquiar a real situação de Imperatriz”.

“ Vivemos tempos remotos na saúde de Imperatriz, não estamos aqui para resolver situações singulares de cidadãos que nos procuram. Precisamos nos empenhar para resolver a situação de todos os munícipes e não usar a saúde para clientelismo, ” afirmou o parlamentar que entrou com um Projeto de Lei na Casa para estabelecer a obrigatoriedade de publicidade das filas de espera para cirurgias eletivas no município.

IML
 A vereadora Claudia Batista (PTB) incluiu na pauta da Sessão Plenária a proposição 457/2021 que solicita recursos para instalação de sala de recepção e assistência social para o atendimento dos enlutados que precisam do Instituto Médico Legal (IML) para a liberação de corpo e emissão de laudo.

Nessa semana, o caso tomou notoriedade após a mãe do jovem Lucas Maranhão,22 anos, a Jô Soares, conhecida como “Palhacinha Jô” relatar a demora para conseguir a cópia do Laudo do IML, que só foi possível após a divulgação repercutir nas redes sociais.

“ Fiquei mais de 1 hora e meia conversando com a Jô, que relatou que foi recebida pelo porteiro do IML, de baixo do sol quente e, apenas conseguiu resposta do IML por meio de um aplicativo de celular de maneira muito mal-educada. Nossa gente não merece esse tipo de tratamento”, frisou a vereadora ao explicar que solicitou investimentos para oferecer um atendimento mais humano à população que vive um momento de dor.

Outros projetos
O projeto 449/2021 do vereador João Silva (MDB), solicita com urgência a manutenção do bebedouro e do ar-condicionado da Unidade Básica de Saúde do bairro Planalto e abriu espaço para a discussão da necessidade da manutenção de todos os equipamentos instalados em vários órgãos de atendimento público.

“ Precisamos ter esse olhar de cuidado com a nossa população, porque quando recebemos uma demanda da população devemos atentar se não é uma demanda em outros pontos da cidade, ” justificou o vereador João Silva que acredita que é necessária a verificação da manutenção de todos os equipamentos da cidade.

Com a intenção de ofertar aos moradores do Bairro Vila Vitória um espaço para a realização de atividades de lazer, a proposição 451/2021 de autoria do vereador Rubinho Lima (PTB) recebeu aprovação dos pares.

“ Fiz essa indicação para atender a população do bairro Vila Vitória, um bairro carente e esquecido da nossa cidade e os jovens dessa localidade precisam ter acesso a um equipamento de lazer e saúde, ” justificou o vereador.

Preocupado com a dificuldade dos pedestres em atravessar a Av. Santa Tereza com a Rua Pernambuco, no Bairro Três Poderes, o vereador Jhony Pan (PL) teve a proposta 455/2021 também aprovada.

“Agradeço aos colegas pelo entendimento na importância da aprovação da matéria, mas gostaria de aproveitar para tocar em outro ponto da cidade que também precisa de um olhar da Secretaria de Trânsito, a Av. Babaçulândia, que infelizmente está sendo chamada de Rodovia da Morte, ” disse o vereador ao cobrar do poder público a recolocação de redutores de velocidade na região e outras melhorias na sinalização de trânsito.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...