MENU

20/08/2021 às 19h07min - Atualizada em 20/08/2021 às 19h07min

Pastor Luiz Carlos Porto lembra criação do programa

Domingos Cezar
As autoridades que formaram a mesa oficial - Foto: Domingos Cezar
  
Representantes de várias entidades filantrópicas estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira (20, no auditório da UemaSul, com a finalidade de conhecer e se cadastrar ao programa Maranhão Solidário desenvolvido por diversos municípios pelo Governo do Estado.

O programa é fruto de uma parceria das Secretarias de Estado de Articulação Política (SECAP), Relações Institucionais (SRI) e Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP). A ação é destinada atender as organizações da sociedade civil com efetiva atuação no Maranhão.

Em seu pronunciamento o secretário de Estado Extraordinário da Região Tocantina, Pastor Luiz Carlos Porto lembrou aos presentes que o programa foi criado no primeiro governo de Flávio Dino, durante sua gestão à frente da Secretaria de Relações Institucionais.

Segundo Porto, a seu pedido, o governador aumentou de 2%, para 10 e atualmente para 15% a renúncia fiscal, fortalecendo assim o montante financeiro das entidades beneficiadas. “Hoje temos 120 entidades em todo o estado, e cerca de 12 beneficiadas em Imperatriz e região”.

Marcaram presenças na mesa oficial e se pronunciaram, o superintendente regional de Articulação Política, Deir Vieira; a diretora regional de Saúde, Marlene Costa Lima e o deputado estadual Marco Aurélio, que destacou a importância do programa para as entidades.

Em seguida, a coordenadora do programa Maranhão Solidário pela SECAP, Ana Abreu explicou aos presentes como funciona e como as entidades estarão aptas a se cadastrarem ao programa, o qual, segundo ela tem investimentos em torno de 1 milhão de reais.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...