MENU

17/08/2021 às 19h27min - Atualizada em 17/08/2021 às 19h27min

Estágio contribui para a inserção de talentos nas empresas

No dia do estagiário, conheça a história de jovens que fizeram do estágio um trampolim para o futuro

Coordenadoria de Comunicação e Eventos do Sistema FIEMA
Jackelline Marinho é estudante de Direito, ex- estagiária do Fórum e estagiária do Procon - Foto: Divulgação
 
“Um degrau de cada vez” ou “É preciso começar de baixo”, quem nunca ouviu ditados como esse, ainda mais quando se é estagiário? No dia em que se comemora o Dia do Estagiário, 18 de agosto, memes e posts na internet com brincadeiras sobre o dia a dia e situações do estágio também não podem faltar. Mas brincadeira à parte, o estágio configura-se como elemento essencial na vida de estudantes que buscam colocar em prática o conhecimento adquirido ao longo do curso técnico ou superior. E para as empresas, funciona como mecanismo de encontrar novos talentos, sem vícios, além de trazer inovações. 

 A Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, define o estágio como o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo do estudante. O estágio integra o itinerário formativo do educando e faz parte do projeto pedagógico do curso. 
 
“Cada vez mais as empresas criam um programa de estágio bem definido e estruturado, a busca pelos melhores candidatos é um reflexo do amadurecimento da organização, que já percebeu que o estágio é um forte aliado na contratação de colaboradores”, ressalta a coordenadora Regional do IEL, Michele Frota.  

 Para o coordenador de RH na indústria Agroserra, José Bernardino Martins Braúna, acredita que o estágio soma e traz importantes resultados para as organizações empresariais. “Não só o programa de estágio, mas, o de trainee, são importantíssimos para descobertas de talentos que só agregam valores a empresas. É uma oportunidade de oxigenarmos a equipe e de certa forma lapidar novos talentos para que permaneçam conosco”. 

Com 50 anos de atuação no Maranhão, o Instituto Euvaldo Lodi (IEL/MA), auxilia empresas na contratação de estagiários e executa todo o processo de seleção, recrutamento e acompanhamento do estagiário nas empresas. Só nos últimos cinco anos, 5.081 estagiários foram inseridos em empresas em todo o Estado.  

ESTÁGIO NA PANDEMIA - No início da pandemia, muitos programas de estágio foram suspensos. A maioria das empresas tomaram a decisão de reduzir o quadro de colaboradores, principalmente por conta da incerteza. 

Felizmente, há quase um ano e meio da crise sanitária e com o avanço da vacinação, aos poucos as empresas estão retomando a contratação desses jovens talentos. 

Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (PNAD), evidenciam que a crise econômica ocasionada pela pandemia do Covid-19, potencializou a taxa de desemprego no país. Para os jovens de 18 a 24 anos, isso foi ainda pior, atingindo 31,4% na taxa de desocupação, ou seja, 16,8 pontos percentuais acima da população em geral, no terceiro trimestre de 2020. Porém, a partir de junho, já foi possível sinalizar aumento no número de ofertas de vagas.  

Ainda segundo a pesquisa, um ponto positivo dessa situação foi a aplicação de mais recursos tecnológicos por grande parte das empresas. Com isso, o home office passou a ser adotado como uma realidade e isso evitou novas perdas em postos de estágio. Como consequência, mais vagas foram abertas e o número chegou no mês de março de 2021 a 900 mil estagiários, sendo 686 mil do superior e 214 mil do médio e técnico.   

 “Nós apesar de trabalharmos com educação e ter as aulas suspensas, optamos por continuar com nossos estagiários, pois entendemos que era um momento oportuno para reorganizar e reinventar as empresas. Para isso, a presença de jovens talentos como os estagiários é essencial. Ainda que seja em regime de home office, existem diversos mecanismos para acompanhá-los, mesmo de longe”, ressalta o gestor de RH da FEST, Fernando Babilônia, faculdade particular de Imperatriz, que em meio a pandemia conseguiu efetivar estagiários.

SUCESSO PROFISSIONAL- Todo estudante sabe que um bom estágio pode ser a etapa inicial para se construir uma carreira promissora. Assim, Rafaela Brito, Jakelline Marinho e Alécio Martins, abraçaram a chance e com o Programa de Estágio do IEL, conseguiram fazer do estágio o caminho para o ingresso no mercado de trabalho.

Estagiária no setor administrativo de uma faculdade, Rafaela Brito (24), estudante do 7º período de Pedagogia, e que antes mesmo de concluir o termo de compromisso de estágio foi efetivada, conta que vê o estágio como oportunidade de crescimento na área educacional, na qual deseja se especializar. “Eu sempre estudei em escola pública, inclusive irei conseguir me graduar também em uma universidade pública o que é motivo de orgulho para mim que só contei com apoio de minha mãe e avós e pretendo construir carreira aqui mesmo e fazer uma especialização na área da gestão educacional”. 

Jakelline Marinho (23), acadêmica do 10º período de Direito, conta que veio de um povoado de Grajaú em busca do sonho de se formar na área jurídica. A jovem que estagia no Procon há um ano, passou pelo recrutamento do IEL, que visa inserir estagiários de acordo com o perfil estabelecido pela empresa, além de administrar todas as atividades referentes ao processo de estágio. 
 
Ela também já estagiou no Fórum e essas duas experiências somaram na vida profissional e foi um marco na atuação que pretende seguir. Morando em Imperatriz há três anos, divide aluguel com uma prima. “Na graduação, a gente vê as coisas meio que distante, no dia a dia é bem diferente e interessante. O estágio abriu minha visão profissional e foi um divisor na minha carreira, inclusive com certeza buscarei atuação na área de direito do consumidor”. 

Já Alécio Martins (27), está nos últimos períodos da faculdade de contabilidade, conseguiu estágio no setor administrativo da Franco Engenharia, em 2020, e em fevereiro desse ano foi efetivado. O jovem passou de auxiliar administrativo por responsável pela gestão contábil do escritório de construção civil. “Conseguir estágio por meio de uma seleção do IEL e logo fui contratado. O estágio foi crucial para que eu desenvolvesse minhas habilidades e sem dúvidas uma excelente oportunidade para mudar de vida”, avalia Alécio. 

Para a coordenadora Regional do IEL, Michele Frota, são histórias como essa que motivam o trabalho da equipe. “São esses depoimentos que motivam toda a equipe do IEL para continuarem a desenvolver ações que aproximem as instituições de ensino e o setor produtivo no nosso estágio. Parabéns a todos os estagiários”!, finaliza.  
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...