MENU

10/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 10/09/2020 às 00h00min

Abertura da campanha Setembro Amarelo ocorre nesta quinta-feira

Ação educativa busca conscientizar a população sobre saúde mental

Regilson Borge
Ascom
Em casos de emergência, população pode acionar o Corpo de Bombeiros, 193, ou o Samu, 192 - Foto: Patrícia Araújo
Nesta quinta-feira, 10, é comemorado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. A Rede de Saúde Mental da Prefeitura de Imperatriz realiza a abertura oficial da campanha Setembro Amarelo, cuja temática é a prevenção ao suicídio e demais doenças mentais.

A abertura ocorre na Unidade Básica de Saúde Ana Daves, localizada no bairro Parque do Buriti, na rua Dom Pedro II, às 08h. Este ano, devido  pandemia do novo coronavírus, a realização da campanha vai contar com o apoio dos Agentes Comunitários de Saúde, ACS, que possuem contato direto com as famílias, para que sejam multiplicadores das informações sobre tratamento da saúde mental, e assim contribua para salvar vidas. 

Para a coordenadora da Rede de Saúde Mental, Kátia Carvalho, a adesão à campanha cresce em Imperatriz a cada ano. "A Campanha Setembro Amarelo cresce a cada dia em Imperatriz, e o objetivo é alcançar toda a sociedade para a prática do tratamento precoce das doenças mentais", conta.

Outro objetivo é de divulgar os locais de atendimento para tratar especificamente da saúde mental da população. Existem os CAPS's e o Ambulatório de Saúde Mental, por exemplo, que atendem desde transtornos leves até os graves, e contam com equipes multidisciplinares com psiquiatra, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, entre outros.

A busca por ajuda médica é essencial. O tratamento adequado pode ajudar a salvar vidas e até mesmo evitar o suicídio. Em casos de emergência psiquiátrica, a população pode ligar para o Corpo de Bombeiros, 193, ou para o Samu, 192. "Espalhamos outdoors pela cidade para alertar a população, em caso de emergência psiquiátrica ou de uma possível tentativa de suicídio, poder ligar para os órgãos responsáveis para que uma vida seja salva", explica Kátia.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »