MENU

05/08/2021 às 19h54min - Atualizada em 05/08/2021 às 19h54min

Time Enactus Facimp desenvolve projeto que produz tijolos ecológicos na comunidade

Assessoria de Imprensa da Facimp
A produção dos tijolos aproveita o caroço do açaí, que muitas vezes é descartado no ambiente - Foto: Divulgação
 
Mais um projeto buscando desenvolver o potencial empreendedor está sendo desenvolvido pelo time Enactus Facimp na comunidade Açaí KM 1700. Além do Adubaí (que faz a produção de adubo) e do Cafeçaí (para produção de café), outro projeto que reaproveita o caroço do Açaí está ganhando forma na localidade. Trata-se do “Tijoloaí”, que transforma a matéria-prima da fruta em tijolos ecológicos.

O objetivo dessa ação é produzir os tijolos de uma forma menos agressiva ao meio ambiente, sem a queima tradicional da argila. Com o suporte dos acadêmicos do time Enactus Facimp, esse processo tradicional é substituído pelo uso do caroço do açaí como base.

Estima-se que para produzir um tijolo convencional, entre 5 e 8 árvores são derrubadas. Indo na contramão do tradicional, o projeto ambiental evita essa agressão à natureza, além de reutilizar 311 toneladas de caroço descartados anualmente pela comunidade.

O processo começa com todo o material misturado e absorvido na água, seguido da prensa e o repouso para consolidação, que dura em torno de 28 dias. A partir daí, é feita a avaliação e checagem dos tijolos, que passam no teste de resistência e compatibilidade seguindo as normas de qualidade.

O projeto está na fase de arrecadação de fundos para a construção da mini fábrica com sede na comunidade Açaí KM 1700. A intenção é ampliar o projeto para as demais comunidades da região.

Francisco Júnior, um dos acadêmicos a frente do projeto, comenta sobre a alegria em participar dessa iniciativa. “É muito satisfatório desenvolver algo que mudará a vida de uma comunidade. O mais legal disso é ver a alegria dos moradores na aceitação dos projetos, vendo que apesar de sermos estudantes de graduação, temos sim capacidade de transformar a suas vidas”, pontua.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...