MENU

14/07/2021 às 15h59min - Atualizada em 14/07/2021 às 15h59min

Suspeito de tentar estuprar mulher é preso pela PC-CE em Maracanaú

Ascom PC/CE
Foto: Divulgaçção Ascom PC/CE

  
Um homem de 38 anos, suspeito de tentar estuprar uma mulher, que na época do crime estava com 50 anos de idade, foi preso preventivamente pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE). O crime ocorreu em 2018. A captura, mediante cumprimento de mandado de prisão preventiva, ocorreu nessa terça-feira (13), em Maracanaú – pertencente à Área Integrada de Segurança 12 (AIS 12) do Estado. O homem não reagiu à ofensiva policial e foi conduzido à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Maracanaú, especializada que estava à frente das investigações.

O suspeito, que já possui antecedentes criminais por tráfico de drogas, lesão corporal dolosa e roubo, foi capturado após investigações realizadas por equipes da DDM de Maracanaú. As diligências o apontaram como o suspeito da tentativa de estupro. Segundo o que foi levantado à época, a vítima trafegava a pé pela rua da sua casa, quando foi abordada pelo homem, que também morava na mesma rua onde ela residia.

No dia, o homem levou a vítima à força para dentro de sua casa, onde tentou praticar ação criminosa. Ainda segundo informações policiais, ele chegou a tentar estrangular a mulher com um fio metálico. Com base no que foi colhido, as autoridades representaram pela prisão do homem, que foi acatada pelo Poder Judiciário e cumprida ontem pelos policiais civis especializados. Ele foi localizado e preso na mesma região onde praticou o crime. Agora, o homem se encontra à disposição do Judiciário.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.
As denúncias também podem ser encaminhadas para o telefone (85) 3371-7835 da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Maracanaú. O sigilo e o anonimato são garantidos.
* A identificação do suspeito não foi publicada neste texto para não expor a vítima.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...