MENU

09/07/2021 às 19h31min - Atualizada em 09/07/2021 às 19h31min

​Programa Brasil Mais traz oportunidade de inovação às MPEs da Região Tocantina

Sebrae segue com inscrições abertas para o Ciclo II do programa até este sábado,10 de julho; iniciativa visa contribuir para elevar a produtividade e competitividade das empresas.

Assessoria
Empresária Jaciane Sousa, da Depyl Action, integrou o grupo de empresas participantes do primeiro ciclo do programa - Foto: Divulgação
 
Diante dos desafios na retomada da economia pós pandemia, as empresas têm buscado diversas alternativas para se manter mais competitivas no mercado. O diferencial tem sido a inovação como elemento primordial de quem quer sustentabilidade no mercado. 

Para ajudar os pequenos negócios a identificarem soluções inovadoras, o Sebrae está com as inscrições abertas para o segundo ciclo do programa Brasil Mais. A iniciativa é da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (SEPEC), do Ministério da Economia, executado em parceria com o Sebrae, Senai e ABDI. 

O programa tem como objetivo apoiar os pequenos negócios na retomada pós pandemia e fomentar a inovação, além de promover a competitividade das micro e pequenas empresas inseridas na inciativa. 

Em seu segundo ciclo, são ofertadas mais de 308 vagas em todo o estado, como Imperatriz e a Região Tocantina. Podem participar micro e pequenas empresas formais, sem nenhum custo para o participante. A meta no Maranhão é de levar o programa para 1540 empresas até 2022 e para 125 mil empresas brasileiras, com apoio técnico e consultorias especializadas, por meio de Agentes Locais de Inovação (ALIs). 

A empresária Jaciane do Nascimento Sousa integrou o grupo de empresas participantes do primeiro ciclo do programa, que atendeu 12 municípios do estado. Proprietária da franquia Depyl Action, em Imperatriz há dois anos, atua na prestação de serviços de estética como depilação, design de sobrancelhas, entre outros cuidados pessoais. Ela buscava melhorar a gestão que envolvia a padronização dos processos, realização das atividades diárias, coordenação da equipe e liderança, que contribuíssem também na captação e fidelização dos clientes.

“Necessitávamos de uma reorganização na gestão, a equipe não estava realizando os processos de rotina. Uma das soluções que o programa trouxe foi a implantação de um manual, com o alinhamento desse procedimento operacional padrão, em que foram descritos os principais pontos a serem padronizados e as pessoas envolvidas nas rotinas diárias”, comenta Jaciane. 

As ações foram contínuas e ajudaram na adaptação de um manual de rotina da loja de Imperatriz e orientou a equipe sobre a importância de cumprirem os protocolos. A aplicação da ferramenta ajudou no encontro das soluções em cada área da loja, gerando padrão de atendimento, higiene e segurança. Em paralelo, foram traçadas ações de marketing, realizadas parcerias promocionais para captação de novos clientes e oferta de um novo serviço, o de massagem, com a contratação de um profissional terceirizado (MEI). 

“Hoje, percebo maior consciência da parte dos colaboradores, no cuidado em fazerem corretamente as atividades das rotinas administrativas de cada função, evitando desperdício, retrabalho, redefinindo as obrigatoriedades. Eu amo conhecimento. O Brasil Mais me possibilitou parar para analisar o meu negócio no momento atual e planejar a reorganização da minha empresa durante a pandemia”, destaca Jaciane.

Como participar do programa Brasil Mais
Assim como Jaciane, outros empresários podem obter mudanças rápidas, de alto impacto e baixo custo proporcionadas pela participação no programa. 

As inscrições para o segundo ciclo se encerram neste sábado, 10, e estão sendo realizadas pelo link https://bit.ly/3gusjoJ. 

Para a coordenadora estadual do Brasil Mais e analista do Sebrae MA, Luciana Caldas Barreto, o programa gera alternativas de melhoria da produtividade, seja nas boas práticas para redução de custos ou aumento na lucratividade, no reforço da presença digital, promoção da inovação e acesso à tecnologia, entre outros resultados satisfatórios. “As empresas participantes tem a oportunidade de identificar problemas que impactam a competitividade, produtividade, o posicionamento estratégico e a lucratividade dos negócios e, com o auxílio dos agentes de inovação, são estimuladas a encontrar as soluções adequadas para cada caso”, ressalta ela.

O Brasil Mais contempla ações em dois eixos: melhores práticas produtivas, disponível para a indústria, e melhores práticas gerenciais, voltado para as micro e pequenas empresas de todos os demais setores. 

Para ser atendida pelo Sebrae, ao se cadastrar no programa, a empresa escolhe o eixo Práticas Gerenciais e responde a um questionário de autodiagnostico para avaliar o grau de maturidade de produção ou gestão. Feito o cadastro e o diagnóstico, elas serão direcionadas para o atendimento do Sebrae, por meio de Agentes Locais de Inovação, que passa a acompanhar a empresa por um período de tempo de quatro meses.

Além disso, as empresas têm acesso gratuito, via site do Brasil Mais, a diversos conteúdos digitais como: manuais de melhores práticas produtivas e gerenciais, e-books, podcasts, links para cursos de capacitação, ferramentas de autodiagnóstico para avaliação de maturidade das empresas relacionadas às práticas produtivas, gerenciais e digitais.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...