MENU

07/07/2021 às 19h57min - Atualizada em 07/07/2021 às 19h57min

Morre Rubens Jardim, pioneiro do ramo gráfico

Da Redação
Rubens Lopes Jardim deixa viúva Dª Eleusa Nogueira Jardim e os filhos Robson, Reuber e Rúbia, e ainda 12 netos e 01 bisneto - Foto: Divulgação
 
Faleceu na noite de terça-feira (6), vítima de infarto, o empresário do setor gráfico Rubens Lopes Jardim. Radicado em Imperatriz desde o ano de 1971, quando chegou vindo de Anápolis, onde nasceu em 14 de junho de 1944. Inicialmente prestou serviços na Tipografia Liliani. Com a desativação dessa (vendida para José Maria Quariguasi, já falecido) fundou a Gráfica Jardim na rua Luís Domingues. Foi um dos pioneiros no setor gráfico da cidade e região, que até então contava com duas empresas do tipo, a Gráfica Castro Alves, de propriedade de Martinho Alves de Castro, e a Gráfica Violeta, de José Matos Vieira (ambos in memorian). 

Classificado por Ildon Marques como uma pessoa abnegada quando se tratava de posses. “O conheci muito. Veio para Imperatriz a meu convite. Moramos juntos, no início. Era uma grande pessoa”. Já o empresário Célio Louza (Gráfica Centro) fez questão de demonstrar sua gratidão para com o homem com quem trabalhou desde os 13 anos de idade e de quem muito aprendeu. Em meio a tristeza que a notícia lhe trouxe, resumiu no tripé de palavras, humanidade, caráter e fraternidade, como o melhor que Rubens Jardim carregava e proporcionava a quem usufruía de sua convivência.

Por esse escopo, foi iniciado na Loja Maçônica União e Fraternidade N° 10, em 19 de agosto de 1973, de onde viria ser Venerável Mestre em duas gestões: 81/82 e 93/94. Foi ainda presidente do Capítulo Demolay Wagner Benedito Ramalho Filho. Foi também presidente do nosso Cavalo de Aço. Dotado de espírito público, foi ainda vereador eleito pelo PMDB em 1982, para o mandato 1983-1988.

Rubinho, como era carinhosamente chamado, sempre preocupado com a filantropia fundou o Colégio Leôncio Pires Dourado, então mantido com doações, as quais, ele era sempre o maior estimulador. Sua partida (o sepultamento ocorreu hoje, no Cemitério Bom Jesus) deixa a todos que tiveram a oportunidade de com ele participar no dia a dia, o perfil de uma pessoa simples, dono de uma energia enorme, que desejava sempre o bem para todos. “Um ser batalhador e vencedor, com bons propósitos, onde no lugar da fortuna, importava mais a dignidade”.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...