MENU

02/07/2021 às 22h04min - Atualizada em 02/07/2021 às 22h04min

Morre Sérgio Belfort, ex-treinador do Imperatriz

Sérgio Antonio Diniz Belfort, 62 anos, que marcou época no futebol maranhense, foi vencido pelo câncer

Dema de Oliveira
Sérgio Belfort faleceu vítima de câncer - Foto: Divulgação/Redes Sociais

O futebol maranhense está de luto. Faleceu na última quinta-feira, 1º de julho, o ex-treinador da Sociedade Imperatriz de Desportos (SID), Sérgio Belfort. 

Sérgio Antonio Diniz Belfort, 62 anos, que marcou época no futebol maranhense como treinador e professor de educação física, foi vencido pelo câncer, que o atormentava já fazia 4 anos.

Belfort foi treinador do Imperatriz em 11 oportunidades. O último trabalho como treinador do Imperatriz foi em 2008, quando o time disputou a Copa do Brasil pela segunda vez. O adversário foi o Sport Recife. Empate no Frei Epifânio em 2 a 2, em jogo que Lindoval perdeu gol feito, que seria o da vitória, e em Recife 4 a 1 para o Sport, acabando com as esperanças do Cavalo de Aço em seguir na Copa do Brasil. 

Em 2008, o atual prefeito de Estreito, Leo Cunha, era o presidente. Sérgio Belfort foi treinador do Paysandu, Araguaína e vários outros clubes do Tocantins e do Maranhão. Além do Imperatriz, no Maranhão foi treinador do MAC, Caxiense, Bacabal, Sampaio e Moto, onde foi tricampeão. No Tocantins, trabalhou no Palmas, Tocantinópolis e Araguaína. No Ceará, Itapipoca. 

Titulos: tricampeão maranhense pelo Moto, bicampeão tocantinense pelo Palmas (2002) e Araguaína (2006). 

Sérgio Belfort era natural de Viana-MA, mas residiu em São Luís e adotou a região tocantina para viver. De Imperatriz, foi residir em Montes Altos, onde foi secretário de Esportes nas duas gestões do então prefeito Nelson Castilho. Como secretário, Montes Altos participou de várias competições a nível municipal e estadual, revitalizou o Castilhão, entre outros melhoramentos em prol do esporte daquela cidade. 

Depois de deixar a Secretaria de Esportes de Montes Altos, Sérgio Belfort foi se dedicar à sua fazenda, localizada em Montes Altos, onde trabalhava na pecuária leiteira. 

Sérgio Belfort vinha lutando contra o câncer há cerca de quatro anos, e por conta disso tinha voltado a residir em São Luís. Estava fazendo tratamento mas, infelizmente, foi vencido por essa terrível doença. 

Belfort teve passagens pitorescas pelo Imperatriz, como por exemplo, as famosas caminhadas que ele submetia aos jogadores em estradas vicinais em Governador Edison Lobão, ter mandado derramar cerveja dos jogadores em Chapadinha, entre outros casos. 

Sergio Belfort foi um dos grandes treinadores do Imperatriz. Tinha bom relacionamento com a imprensa e com todas as pessoas que tinham envolvimento com o Imperatriz e sempre foi ídolo da torcida, principalmente de torcedores mais antigos. 

A editoria de esportes de O PROGRESSO se une aos demais, em homenagem póstuma a Sérgio Belfort, confortando seus familiares e com a certeza de que ele foi bem recebido por Deus, porque na terra só fez o bem.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...