MENU

02/07/2021 às 19h33min - Atualizada em 02/07/2021 às 19h33min

Semus implanta Serviço de Odontologia Hospitalar na UTI do Socorrão

Especialidade é disponibilizada em pouquíssimos hospitais do país. No Maranhão, apenas dois municípios contam com o serviço

Maria Almeida
Ascom/SEMUS
Cuidado odontológico ao paciente da UTI é fundamental para a preservação e recuperação da saúde, reduzindo risco de complicações - Foto: Maria Almeida
 
Os atendimentos passam a ser realizados a partir da próxima semana. Detalhes do projeto foram discutidos na manhã desta sexta-feira, 02, em reunião com a secretária de Saúde, Mariana Jales, a secretária adjunta e assessora de planejamento, Doralina Marques, o diretor do Socorrão, Vitor Pachelle, a coordenadora da UTI, Leiane Carreiro e a cirurgiã dentista, Isteicy Cortêz – que será responsável pelo serviço no hospital.

Especialista na área, Isteicy é mestranda em Clínica Odontológica Integrada com ênfase em Estomatologia; pós graduanda em Odontologia Hospitalar pelo Albert Einstein e Habilitada em Lasers em Odontologia, pela FOUSP. “É um ganho imenso para os pacientes. Quando o profissional da Odontologia está inserido na rotina do hospital, fica claro para todos, e em especial para o paciente, a importância dos cuidados com a saúde bucal e seu impacto no tratamento que lhe é oferecido” – ressaltou. 

Segundo Mariana Jales, os pacientes serão atendidos diariamente, de acordo com a demanda. “Teremos a presença constante do profissional dentro da Unidade de Terapia Intensiva, UTI. É um grande avanço. A partir de agora, todos os pacientes que derem entrada na UTI, passarão por avaliação odontológica e receberão tratamento conforme indicação. Imperatriz está sendo uma cidade pioneira da região em implantar este serviço, que existe em poucos hospitais do Brasil. Isso é motivo de muita alegria” – comemorou a secretária, que também é cirurgião dentista.  Os procedimentos da odontologia hospitalar contribuem com a melhora da saúde geral e qualidade de vida dos pacientes. “Muito bom, é o serviço que estava faltando na nossa UTI. Agora estamos mais que completos”, disse o coordenador médico da UTI, Jorge Goiabeira. 

Ele ressalta que o cuidado odontológico ao paciente da UTI é fundamental para a preservação e recuperação da saúde, reduzindo risco de complicações, pois na unidade  os pacientes apresentam grandes riscos de doenças infecciosas e pulmonares, que  além de prejudicar a saúde bucal, podem acometer outros órgãos e sistemas, agravando o quadro clínico e estendendo a sua estadia na UTI.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...