MENU

24/06/2021 às 19h16min - Atualizada em 24/06/2021 às 19h16min

Justiça confirma julgamento de Lucas Porto para o dia 30 de junho

Réu é acusado de ter violentado sexualmente e assassinado a ex-cunhada

Assessoria/TJ
Lucas Porto responde por estupro seguido de feminicídio - Foto: Divulgação
 
O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) confirmou nessa quarta-feira (23), que acontece em 30 de junho o julgamento de Lucas Porto, acusado de assassinar a publicitária Mariana Costa, em 2016, em São Luís. A sessão está marcada para acontecer no Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís.

De acordo com o TJ, antes do início da audiência haverá uma entrevista com o juiz titular da 4ª Vara do Tribunal do Júri, José Ribamar Goulart Júnior, que presidirá a sessão do júri; o promotor de Justiça Marco Aurélio Ramos Fonseca; e da diretora do fórum, a juíza Andréa Furtado Perlmutter.

O julgamento de Lucas Porto estava previsto para acontecer no dia 24 de fevereiro deste ano, mas foi adiado para o dia 24 de maio. No dia, a sessão do júri chegou a ser iniciada, mas foi remarcada após o advogado de defesa de Lucas Porto ter abandonado a sessão.

Mariana Costa era sobrinha-neta do ex-presidente da República, José Sarney, e foi encontrada morta no apartamento onde morava, no bairro Turu, em São Luís.

Os laudos periciais apresentados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) constam no inquérito apresentado à Justiça, que o empresário estuprou e assassinou a cunhada. A vítima foi estrangulada e sufocada com um travesseiro. O crime teria sido motivado por uma atração que Lucas tinha por Mariana.

Lucas Porto está preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas desde a época do crime. Ele vai a júri popular pelos crimes de estupro, seguido de feminicídio. Pode ser condenado a até 60 anos de reclusão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...