MENU

24/06/2021 às 11h39min - Atualizada em 24/06/2021 às 11h39min

Rubinho Lima pede socorro para as famílias sem água na Vila Vitória e afirma que o serviço da Caema é péssimo

Sidney Rodrigues
ASSIMP
O vereador Rubinho Lima indignado disse que talvez não tenha a competência de cobrar, pois a CAEMA é do estado, mas ele não irá se calar, nem ficar olhando o povo sofrer dessa forma - Foto: Fábio Barbosa
  
O vereador Rubinho Lima foi à Tribuna esta semana pedir ajuda aos colegas com um tema considerado por ele complicado. Dá calamidade que estão passando algumas famílias de Imperatriz, no bairro Vila Vitória e a necessidade imposta pela falta de água nas torneiras e saneamento básico, enquanto quem resolve fica jogando de um lado para o outro. 
 
“Tenho muitas fotos, relatos, tenho visto as caixas d’água vazias, sem água para tomar banho, lavar roupa, preparar comida. É lamentável ver o povo naquela situação. Água, o liquido precioso é mais valioso ainda naquela localidade. Onde está a CAEMA? há mais de um mês eu peço um carro pipa uma, um poço comum, ou qualquer outra ação e o Diretor Adonilson não dá retorno”, informou. 
 
Rubinho disse que talvez não tenha a competência de cobrar, pela empresa ser do estado, mas ele como representante do povo, não pode ficar olhando o povo sofrer dessa forma. Afirmou que o Governo do Estado tem falhado em resolver essa situação da água o serviço da CAEMA é péssimo.  
 
“O deputado Rildo Amaral tem feito poços, resolvido muita coisa, mas o diretor da CAEMA não dá a mínima nem para o vereador, nem para os moradores da Vila Vitória e fica aqui o meu repudio por essa atitude deplorável. É inadmissível o que essas pessoas vêm passando por não terem acesso a água”
 
Flamarion Amaral, assegurou que vai entrar em contato com o deputado e o mais rápido possível irá dar resposta sobre essa situação, que para ele não pode mais acontecer em pleno 2021. 

O parlamentar reiterou que é preciso ver as famílias serem beneficiadas tanto do lado do Estado como do Município, pois é caótica a situação, não se pode ficar nesse jogo de quem tem culpa. Ele é cobrado todos os dias e não irá ficar calado. Conclamou os vereadores para ajudarem, pois é isso que a cidade espera deles, na defesa dos interesses do povo, cobrando de forma incisiva e diária.  

“O parlamento é isso e precisamos agir”, finalizou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...