MENU

09/06/2021 às 19h01min - Atualizada em 09/06/2021 às 19h01min

Imperatriz começa a figurar como exportadora de soja

Informações do Ministério da Economia enquadra a cidade como exportadora

Regilson Borges
Ascom/PMI
Município passa a fazer parte do cenário de exportações de soja a partir de 2020 - Foto: Patrícia Araújo
  
Dados do Ministério da Economia mostram que a cidade de Imperatriz passou a figurar como exportadora de soja, desde de 2020. De acordo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Sedec, que acompanha as informações junto ao Governo Federal, ainda não há conhecimento oficial sobre a quantidade de área plantada (hectares) e produção (toneladas), mas só em relação à exportação da soja, foram US$ 58,8 milhões no último ano.

Este valor também corresponde a 9,3% de tudo o que foi exportado pelo município, observa a Sedec. Os dados apurados também são bem animadores, quando se observa que até abril deste ano, já foi exportado US$ 29,2 milhões, o que representa 13% das exportações no município.

“Imperatriz começa um processo de diversificação de suas exportações que antes contava apenas com a celulose e carne e agora também começa a exportar um outro importante produto, a soja”, comenta o secretário Wilson Filho. 

Histórico - O Maranhão começa a figurar como um produtor de soja em 1978, produzindo 55 toneladas do produto. Desse período para os dias atuais houve muitos avanços e, em 2019, o estado ocupava a nona posição como maior produtor de soja do Brasil, com uma produção de 2.850.084 toneladas, o que corresponde a 2,5% de toda a produção nacional. O estado líder na produção de soja para o mesmo período é Mato Grosso com uma produção de 32.242.463 toneladas, 28,3% de toda produção brasileira.

A cidade de Balsas, no Maranhão, foi a que iniciou a produção e soja na região, em 1980 e já produzia 96 toneladas do produto. Já em 2019 vários outros municípios do estado figuram como produtores. No entanto, Balsas segue como destaque, sendo o município do maranhense com maior produção, e em 2019 produziu 619.997 toneladas, o que corresponde a 21,7% de toda produção do Maranhão.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...