MENU

08/06/2021 às 19h31min - Atualizada em 08/06/2021 às 19h31min

Acusado de assassinato de ex-presidiário em Imperatriz tem prisão preventiva decretada

Kelrick Mateus dos Santos Pereira cumpria prisão temporária e teve a preventiva decretada

Dema de Oliveira
Kerlick Mateus teve prisão temporária transformada em preventiva - Foto: Arquivo/O PROGRESSO
 
A Justiça, por meio da Central de Inquéritos da Comarca de Imperatriz, decretou a prisão preventiva de acusado do assassinato do ex-presidiário Claudionor Emilio, conhecido por ‘Orelha’. O crime aconteceu dia 27 de janeiro de 2021, no bairro Mutirão, que faz parte da Grande Cafeteira. 

Kelrick Mateus dos Santos Pereira, 26 anos, acusado do crime, foi preso e cumpriu prisão temporária de 30 dias, mas antes de voltar às ruas teve a sua prisão preventiva decretada pela Central de Inquéritos da Comarca de Imperatriz. 

Segundo o delegado Praxísteles Martins, titular da Delegacia Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), as investigações apontam que Kerlick Mateus, além desse crime, está envolvido em outros homicídios na cidade, principalmente na Grande Cafeteira, área de atuação do acusado no tráfico de entorpecente. Os crimes têm como motivação, segundo o delegado, disputa por tráfico de droga na área. “Em via de regra, alguns crimes que a gente tem apurado, notadamente nesse caso, trata-se de crime relacionado ao tráfico de drogas, ampliação e a manutenção de reduto do crime. Esses criminosos são organizados em facções e, além de ampliarem as áreas de atuação, querem preservar as que já são dominadas por eles. Nessa esteira, são cometidos os homicídios para afastar de vez possíveis concorrentes”, destacou o delegado Praxísteles Martins. 

O ex-presidiário Claudionor Emilio, o ‘Orelha’, tinha migrado para a Grande Cafeteira, onde passou a atuar no tráfico de drogas. Por esse motivo, acabou sendo eliminado. ‘Claudionor estava ocupando uma área territorial pertencente a integrantes de facções rivais”, disse Praxísteles.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...