MENU

08/06/2021 às 18h49min - Atualizada em 08/06/2021 às 18h49min

Organização Pan-Americana da Saúde visita unidades da rede estadual de saúde no Maranhão

SECAP/ma
Equipe da OPAS visita unidades da rede estadual de saúde - Foto: Laécio Fontenelle
  
Uma comitiva da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) está no Maranhão para a troca de experiências em relação ao enfrentamento da Covid-19. Na terça-feira (7), a equipe visitou o Hospital de Cuidados Intensivos (HCI), uma das unidades de referência para a assistência a pacientes diagnosticados com a doença. A OPAS cumpre agenda no Maranhão até sexta-feira (11). 

A atividade da organização tem o objetivo de buscar apoio para a tomada de decisões e a implementação de políticas públicas baseadas em evidências e boas práticas, levando em consideração a identificação de questões estratégicas importantes, os desafios que precisam ser superados, e as soluções imediatas que podem ser prontamente implementadas. 

“Essa atividade fomenta uma troca de experiências entre os estados brasileiros. Foi uma atividade que se iniciou no ano passado com a visita em nove unidades federadas e nessas visitas nós conhecemos, dentro de eixos específicos, ações que podem ser potencializadas por terem sido bem sucedidas. Isso faz com que possamos nos preparar melhor, identificando essas boas práticas para eventos futuros. Quando nós viemos, o Maranhão tinha acabado de passar pela 1ª onda de Covid e, na época, identificamos essas boas práticas e também oportunidades de melhorias em determinados eixos”, explicou Rodrigo Frutuoso, da Unidade Técnica de Vigilância da OPAS.  

A comitiva é formada por 13 profissionais, sob a liderança da médica Maria Almiron. No HCI, a equipe foi recepcionada pela diretoria clínica e administrativa da unidade. Os membros da OPAS conheceram as instalações do hospital, entre elas a enfermaria, a UTI e a sala de pré-alta. 

A chefe do Departamento da Qualidade e Projetos Especiais de Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Anna Cindy Araújo Leite, acompanhou a visita.  

 “A OPAS está acompanhando os nossos resultados e também nos dando suporte para o enfrentamento à pandemia, apoio concretizado com ações como a doação de 60 mil testes rápidos de antígeno em abril. O Maranhão foi escolhido para ser acompanhado mais de perto, pois é um estado que vem apresentando bons resultados no combate à pandemia. Nas visitas deles, eles têm acompanhado todo o nosso processo de cuidar dos pacientes com a Covid, desde quando chega na UPA até a internação no hospital e no pós-covid, com a Rede Cuidar. Estamos no caminho certo e, com certeza, essa visita pode contribuir com algo para continuarmos evoluindo”, relatou.  

A programação da comitiva da OPAS inclui também visita a Unidades de Pronto Atendimento, ao Hospital de Campanha São Luís e ao ambulatório anexo do Carlos Macieira, onde funciona a Rede Cuidar.
  
A gerente de qualidade da EMSERH, Camila Torres, explicou que esta é a segunda vez que o HCI recebe a visita da OPAS e que a vinda deles logo no início da pandemia de Covid-19 no Maranhão estimulou um progresso na unidade.   

“Toda vez que a gente recebe a visita de um órgão que visa melhorias, a gente tem um entendimento e um aprendizado de que é preciso um olhar para gestão da unidade. Comparando a visita anterior com essa de agora, a gente percebeu uma evolução da unidade, especialmente no que se diz respeito à ampliação de leitos para cuidados a pacientes com a doença”, disse Camila Torres. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...