MENU

02/06/2021 às 18h58min - Atualizada em 02/06/2021 às 18h58min

Dois homens são executados na Vila Paraty

O duplo homicídio aconteceu no início da tarde desta quarta-feira, e as investigações preliminares apontam o tráfico de droga como principal motivação

Dema de Oliveira
A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), por meio de uma das suas equipes, iniciou as investigações para apurar os dois primeiros crimes de homicídios ocorridos em Imperatriz, nesse mês de junho.

O duplo homicídio aconteceu no início da tarde desta quarta-feira (2), na Rua Palmas na Vila Paraty, e as investigações preliminares apontam o tráfico de droga como principal motivação. 

Os dois homens foram executados com tiros de pistola 380, e morreram dentro do veículo Volkswagen Golf, cor prata, de placa HTQ-3388 Imperatriz. Segundo perito Pablo, do Instituto de Criminalística (Icrim), núcleo de Imperatriz, cada um dos dois homens foi atingido com um tiro. O que conduzia o veículo, identificado por Gabriel Nunes de Sousa, 25 anos, foi atingido na parte posterior da cabeça, e o carona, que não teve o nome revelado, foi atingido no olho esquerdo. 

Segundo testemunhas, o homem que praticou o duplo homicídio desceu de outro veículo Volkswagen, também modelo Golf, foi até o carro onde estavam as vítimas, sacou a pistola e atirou duas vezes. Em seguida, teria pego uma sacola, entrou no carro e fugiu.

Gabriel Nunes de Sousa tinha passagens pela polícia por tráfico e liberado pela justiça para responder em liberdade usando tornozeleira eletrônica. Quanto a outra vítima, até o fechamento desta edição de O PROGRESSO ainda não tinha sido identificada. Mas segundo informações, o carona seria um pedreiro que estaria fazendo um trabalho na casa do Gabriel. Caso seja realmente isso, morreu de graça. Estava na hora errada e no local errado.

Esses foram os dois primeiros homicídios de junho. No mês de maio, foram registrados seis homicídios.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...