MENU

25/05/2021 às 08h07min - Atualizada em 25/05/2021 às 10h30min

Por que artistas, atletas e empresários bem-sucedidos devem ter um bom planejamento de proteção pessoal?

Thiago Sena, especialista em planejamento de proteção pessoal, financeira e patrimonial revela dicas para profissionais de alta renda

Luciana Tierno
SALA DA NOTÍCIA
Como indivíduos de alta renda podem evitar problemas financeiros diante de alguma situação imprevista? Thiago Sena, especialista em planejamento de proteção pessoal, financeira e patrimonial, membro do MDRT (que congrega cerca de 1% dos melhores profissionais do mercado mundial em proteção por meio de seguros pessoais) traz dicas importantes a empresários, atletas e artistas de alta renda.

Primeiramente, é necessário reconhecer quais são os possíveis riscos que podem trazer vulnerabilidade à família e ao patrimônio, ainda que haja tranquilidade financeira.

“No caso dos artistas, a exemplo do que testemunhamos em tempos de pandemia, muitos foram os cancelamentos de shows, espetáculos, gravações e demais eventos. Além de situações imprevistas como essa, há outros possíveis riscos que podem tirá-los de cena por um período indeterminado, como, por exemplo, doenças graves e até mesmo o Covid, que infelizmente já atingiu milhares de pessoas no Brasil e no mundo. A partir daí, perdas financeiras serão inevitáveis, caso não possuam um bom planejamento de proteção”, alerta Thiago.

O mesmo se aplica aos atletas (que possuem uma carreira curta em relação a outras profissões) e empresários que construíram um bom patrimônio e alta renda.

O especialista comenta que um engano muito comum em relação ao seguro de vida é associá-lo apenas a situações de morte. “Hoje, mais de 90% das coberturas são mais para a vida do que para a morte. Esse conceito de seguro de vida voltado apenas para riscos de morte é ultrapassado. Há muitas coberturas para a vida”, ressalta Thiago.

O especialista afirma que o seguro de vida ou de pessoas é a melhor forma de fazer um planejamento de proteção pessoal, familiar, patrimonial, empresarial, pois ele garante uma liquidez ao segurado ou seus familiares e sócios numa eventualidade que aconteça com o segurado. “É uma forma de proteger e de blindar toda a estrutura financeira patrimonial de situações que não temos controle, como por exemplo, a pandemia, incluindo morte, invalidez, doença, acidente, afastamento do trabalho”, afirma.

Algumas das possíveis proteções para este perfil de profissional seriam:

- Blindagem do patrimônio devido aos altos custos de inventário;

- Liquidez para os familiares em caso de ausência (na mídia podemos ver vários casos de brigas judiciais por conta disso);

- Sucessão empresarial na morte de um dos sócios preservando a empresa dando liquidez neste momento;

- Garantia de uma proteção financeira em casos de altos custos de tratamentos e adaptação em acidentes ou doenças.

“É importante lembrar que os seguros de vida são inalienáveis, impenhoráveis e não entram em partilha de bens, sem contar que o benefício sai livre de IR”, alerta o especialista.

Serviço: Instagram: @thiagosena.negocios
Site: www.thiagosenaconsultoria.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...