MENU

20/05/2021 às 19h36min - Atualizada em 20/05/2021 às 19h36min

Inaugurada ponte que beneficiará o agronegócio no Nordeste

O empreendimento reduzirá o tempo de transporte e eliminará os gastos com a travessia de balsa entre Piauí e Maranhão

Assessoria/PR
Cerimônia teve a presença do presidente Jair Bolsonaro - Fotos: Isac Nóbrega/PR
  
A região sul do Piauí e o Maranhão agora estão ligados por uma ponte sobre o Rio Parnaíba, dando mais comodidade à população e favorecendo o agronegócio. A ponte elimina a necessidade de fazer a travessia por meio de balsa, traz agilidade e barateia custos. A obra foi liberada nesta quinta-feira (20) em cerimônia com a presença do Presidente Jair Bolsonaro, em Santa Filomena (PI).

O Presidente Jair Bolsonaro afirmou que a ponte foi esperada pela população do Piauí e do Maranhão e é mais uma mostra do trabalho que o Ministério da Infraestrutura tem feito pelo país. “Não tem radicalismo, nós temos é uma determinação, vamos fazer tudo o que for possível para o nosso Brasil.”

A ponte fica entre Santa Filomena e Alto Parnaíba (MA), na BR-235, e foi concluída em menos de dois anos. A extensão total é de 185 metros, com uma plataforma de 16 metros de largura, incluindo os passeios. O investimento foi de R$ 30 milhões.

O empreendimento beneficiará especialmente o escoamento da produção do agronegócio na região conhecida como Matopiba, que é a fronteira agrícola formada por áreas do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. A produção no local é forte em soja, milho e algodão
.
Presidente ainda destacou as riquezas naturais do Brasil, com terras agricultáveis e minerais que podem fazer o país avançar. “O que o Brasil tem, ninguém tem, não justifica nós aqui sermos um povo pobre em terra rica. Vamos aos poucos, que a velocidade não pode ser muito grande também, mudando o Brasil. Nós só mudamos o Brasil se vocês tiverem o entendimento de que estamos fazendo a coisa certa”.

Integração 

A nova ponte ainda possibilitará a integração à ferrovia Norte-Sul, projetada para ser a espinha dorsal do sistema ferroviário nacional, interligando as cinco regiões do país. De acordo com o Ministério da Infraestrutura, como retorno é esperado uma economia de 8% no valor do frete para o transporte de grãos até o Porto do Itaqui, no Maranhão.

Benefícios para o produtor

O técnico agrícola e produtor rural do Piauí, Roberto Zanotto, comemorou o novo ciclo que a ponte representa para os produtores do estado e relatou as dificuldades que eram enfrentadas com a dependência das balsas para a travessia.

“A ponte vai facilitar no escoamento da produção, ela vai dar mais agilidade, porque a produção das lavouras do Piauí, elas vão para o Maranhão. E tínhamos um entrave, que o sistema de balsas, ele era muito lento e insuficiente para atender à demanda, até porque os produtos agrícolas, eles são perecíveis e exigem uma retirada rápida. Então, gerava filas no pontão, chegando a quatro, oito, 24 horas, dependendo das condições climáticas. Se tivesse chovendo muito, chegava até a trancar”, contou Roberto Zanotto.

E acrescentou “Cabe salientar o custo para fazer a travessia. Uma carreta carregada indo e voltando custava R$ 300 e um veículo de apoio ao sistema de produção custava R$ 30. Além do tempo perdido”.

Em complemento às obras da ponte sobre o Rio Parnaíba, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) também fez serviços de terraplenagem, drenagem, pavimentação, sinalização horizontal, obras complementares e proteção ambiental.

Internet gratuita

Durante a cerimônia, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, anunciou a instalação de um ponto de internet wi-fi gratuita no município de Santa Filomena (PI).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...