MENU

10/05/2021 às 16h59min - Atualizada em 10/05/2021 às 16h59min

Imperatriz inicia terceira fase de imunização contra H1N1

Campanha de vacinação contra Influenza tem procura abaixo do esperado

Rafael Pestana
Ascom/PMI
Com público-alvo total estimado em 84.117 pessoas, até o momento, foram aplicadas apenas 14.368 doses da vacina contra a Influenza - Foto: Patrícia Araújo
Nesta terça-feira, 11 de maio, a Prefeitura de Imperatriz dará inicio à terceira etapa  de vacinação trivalente contra a Influenza, que combate a Influenza A (H1N1) pdm09, Influenza A (H3N2) e influenza B. Realizada na cidade pela Secretaria Municipal de Saúde, Semus, por intermediação da Atenção Primária à Saúde, nesse momento, a campanha tem como público-alvo idosos a partir de 60 anos e professores. Essa nova etapa, que acontecerá até dia 08 de junho, também continuará vacinando os públicos das primeiras etapas, são eles: crianças de 6 meses até menores de 6 anos; gestantes e puérperas; povos indígenas e trabalhadores da Saúde.

Apesar de ter começado em abril, a procura pela imunização contra a H1N1 ainda está baixa, o que preocupa os profissionais da Saúde frente à pandemia do Novo Coronavírus. “A vacina para H1N1é importante porque reforça a imunidade, sabemos que querendo ou não, essa doença também pode matar. E ela é importante também para tentar evitar o choque dessas duas doenças, Influenza e Covid-19, ao mesmo tempo”, alerta Maria Patrícia Rodrigues da Silva, coordenadora da Atenção Primária à Saúde.

Com público-alvo total estimado em 84.117 pessoas, até o momento, foram aplicadas apenas 14.368 doses da vacina contra a Influenza, equivalente à uma cobertura vacinal de 16,1% do objetivo da campanha. Por esse motivo, mesmo que o prazo de vacinação dos primeiros grupos tenha passado, os públicos das primeiras etapas devem continuar se dirigindo aos pontos de imunização da cidade.

A campanha de vacinação contra a Influenza está sendo realizada em todas as 36 Unidades Básicas de Saúde do município, incluindo as da Zona Rural, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h. A divisão da imunização em grupos é uma forma de garantir que que os pontos de vacinação não fiquem sobrecarregados, diminuindo o risco da formação de  grandes aglomerações e evitando possíveis contaminações pelo novo coronavírus.

A coordenadora de Imunização do município, Socorro Ribeiro, destaca que, “é importante lembrar que, em relação aos grupos já imunizados contra a Covid-19 precisam esperar 15 dias, antes de procurar a vacina contra a Influenza”. O alerta se dá porque ainda não existem estudos que comprovem os efeitos da utilização das duas vacinas simultaneamente. Além de proteger contra a H1N1, a vacinação também auxilia na hora de diferenciar os sintomas da Influenza e os da Covid-19, uma vez que estar imunizado de uma doença, facilita o diagnóstico de infecção pelo Novo Coronavírus.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...