MENU

05/05/2021 às 20h00min - Atualizada em 05/05/2021 às 20h00min

Trinta e uma pessoas já foram assassinadas em Imperatriz em 2021

Segundo Delegacia Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a maioria dos crimes está ligado a rixas entre facções

Dema de Oliveira
Delegado Praxísteles Martins trabalha para desvendar todos os crimes - Foto: Divulgação/O PROGRESSO
O mês de abril fechou com 5 assassinatos, somando para 31 o número desse tipo de crime na segunda maior cidade do Maranhão. Mês a mês em 2021, os números apontam que janeiro, com 11 homicídios, foi o mais violento até agora, tendo em vista que em fevereiro foram 8, em março 7 e em abril 5.

Segundo a Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), por intermédio do seu titular, Delegado Praxísteles Martins, a maioria dos crimes de homicídios cometidos nos últimos anos em Imperatriz, têm ligação com facções criminosas. “São disputas normalmente por pontos de tráfico de drogas, que geram rixas e a consequente execução do concorrente. As disputas entre facções geram todo tipo de crime”, destacou o delegado Martins. 

O último homicídio registrado em Imperatriz, aconteceu no dia 26 de abril, na Rua Paulo Afonso, Parque Santa Lúcia, cuja vítima, foi um adolescente de 17 anos. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...