MENU

28/04/2021 às 23h23min - Atualizada em 28/04/2021 às 23h23min

FCI e empreendedores da Praia do Cacau dialogam sobre período de veraneio

Os empreendedores também se reunirão com outras secretarias para tratar sobre acessibilidade e infraestrutura

Rafael Pestana
Ascom PMI
A reunião teve como objetivo tratar sobre como funcionará o período de veraneio, caso seja possível realizar a abertura das praias - Foto: Ascom-PMI/Samuel Souza
Na terça-feira, 27 de abril, Paulinho Lobão, presidente da Fundação Cultural de Imperatriz, FCI, recebeu representantes da Associação dos Empreendedores da Praia do Cacau, para dialogar sobre possível funcionamento durante o período de veraneio. Esse primeiro encontro serviu para ouvir as demandas dos trabalhadores. Entre as pautas abordadas, a associação solicitou apoio na viabilização dos shows, que normalmente ocorrem nas quintas-feiras e aos domingos.

O presidente da Fundação Cultural explica que a reunião, “é para preparação do período de veraneio de Imperatriz, onde o pessoal vive daquele momento, daquele trabalho. Sabemos também que nós ainda estamos em pandemia, mas se caso a situação continuar melhorando, os casos de contaminação diminuindo, e o Executivo determinar a abertura das praias, então o pessoal já está se reunindo para que as coisas não precisem ser organizadas em cima da hora”, ressalta.

O presidente da Associação dos Empreendedores da Praia do Cacau, Francisco Gomes da Silva, reitera que o momento é de planejamento. “A gente está fazendo um planejamento ainda, um levantamento para ver se vai dar certo, se vamos ter o período de veraneio em Imperatriz. Precisamos colocar o nosso setor de turismo pra dar uma alavancada, porque a crise está muito grande, o povo tudo parado. O período de veraneio vem pra aquecer a economia local”. 

Francisco Gomes destaca ainda que, “tudo depende da saúde em primeiro lugar. Não podemos enfiar os pés pelas mãos, temos que esperar pra ver se a saúde vai estar ok, no mais conseguimos resolver”.

Paulinho Lobão reforça que a atuação da Fundação Cultural nesse caso tem o intuito de, em caso de ser autorizada a abertura das praias, garantir que os empreendedores trabalhem de forma segura e organizada. “Estamos definindo quais são as maneiras de trabalho, para quando chegar o período de veraneio, se for possível abrir as praias, já estar com tudo organizado”.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...