MENU

28/04/2021 às 18h27min - Atualizada em 28/04/2021 às 18h27min

Academia de Letras de Açailândia comemora amanhã 17 anos anos de fundação

Em solenidade marcada para as 17 horas desta quinta-feira, 29, serão empossados três novos membros, entre eles, o jornalista Domingos Cezar Ribeiro

Elson Araújo
Jornalista Domingos Cezar Ribeiro - Foto: Divulgação
  
A Academia Imperatrizense de Letras (AIL) desde a fundação, em 1991, tem feito escola, ao influenciar a criação de outras sociedades literárias na região. As de Açailândia, Grajaú e João Lisboa foram criadas depois da de Imperatriz. Em comum entre elas a participação, e em algumas situações até os movimentos iniciais constitutivos, de membros fundadores da imperatriezense. A caçulinha, a Academia João Lisboense de Letras (AJL), por exemplo, contou na fundação com os acadêmicos Edmilson Sanches, Sálvio Dino e Ariston de França.

A Academia Açailandense de Letras (AAL) mesmo não sendo efetivamente fundada por acadêmicos de Imperatriz, abriga alguns escritores da cidade. As escritoras Conceição Formiga e Francely Feitosa foram eleitas membros daquela casa literária, ano passado e mais recentemente o jornalista e ambientalista Domingos Cezar.

Nesta quinta-feira, 29 quando a Academia Açailandense de Letras completa 17 anos, Domingos será empossado. Com vários livros publicados Domingos Cezar é cidadão açailandense, cidade onde morou por vários anos, fundou jornais e foi até candidato a prefeito.

Além de Domingos Cezar, nesta quinta-feira serão empossados membros da AAL a escritora Tânia Zanella, e outro escritor imperatrizense Humberto Barcelos, este último também membro da AIL.

Com esses três, a AAL fecha as 40 cadeiras com seus membros efetivos patronos e membros correspondentes.  A solenidade de posse dos novos acadêmicos, e da nova diretoria, está marcada para as 17h no Centro Educacional Antonio Carlos Beckman.
Algumas autoridades confirmaram presenças entre elas, o prefeito Aluísio Silva Sousa e o secretário de estado extraordinário da região tocantina Luiz Carlos Porto. O presidente da Academia Imperatrizense de Letras, Raimundo Trajano Neto também já informou ao cerimonial que estará presente.

A Academia Açailandense de Letras (AAL) volta a ser presidida pelo escritor Evangelista Mota Nascimento.

HISTÓRIA  

A Academia Açailandense de Letras originou-se do Centro de Cultura Popular Engenheiro Bernardo Sayao, fundado em junho do ano 2000, que tinha como proposta alavancar a cultura do município com ênfase na literatura.

Um dos fundadores do Centro foi o hoje empossando, o jornalista e escritor Domingos Cezar. Em reconhecimento ele foi escolhido para fazer o discurso representando os novos membros da casa.

Num rápido contato com a imprensa Domingos Cezar lembrou a trajetória da entidade até ser transformada em Academia de Letras, sendo ela, hoje, uma das mais atuantes do Maranhão.  O acadêmico acredita que com o fechamento das 40 cadeiras a entidade se tornará mais forte, mais valorizada e mais comprometida com a cultura do município.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...